O livro censurado mais influente da história
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O livro censurado mais influente da história

Pesquisa foi feita no Reino Unido durante a Academic Book Week; entre os 20 livros da lista estavam '1984', 'A Cor Púrpura', 'Versos Satânicos' e 'A Origem das Espécies'

Maria Fernanda Rodrigues

12 de março de 2019 | 09h00

Para leitores britânicos, A Origem das Espécies, de Charles Darwin, é o livro censurado mais influente da história. Eles participaram de uma enquete promovida durante a Academic Book Week, realizada na semana passada em diversas universidades britânicas, e puderam escolher entre 20 livros selecionados por livreiros especializados.

livro censurado

Primeiras anotações de Charles Darwin sobre sua teaoria (Foto: Jose Manuel Ribeiro/Reuters)

Publicada em 1859 e fruto de muitos anos de trabalho, a obra de Charles Darwin causou polêmica desde o primeiro dia – e foi banida no mesmo ano pela biblioteca do Trinity College, em Cambridge, onde Darwin estudou. Anos depois, o ensino da teoria da evolução foi proibido no Tennessee – e continuou assim até 1967. Em 1935, A Origem das Espécies foi banido da Iuguslávia e em 1937, da Grécia.

A Origem das Espécies também é considerado um dos 10 livros que mudaram o mundo.

livro censurado

‘A Origem das Espécies’ foi publicada em 1859

O Sol Nasce Para Todos, de Harper Lee, e 1984, de George Orwell foram considerados vice-compeões. Na lista dos 20 livros censurados mais influentes da história, estavam, ainda, obras de autores como Toni Morrison, Maya Angelou, Franz Kafka e James Joyce.

Tudo o que sabemos sobre:

Literaturalivrolivro censurado

Tendências: