O empurrão de US$ 1 mi de James Patterson para as livrarias americanas
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O empurrão de US$ 1 mi de James Patterson para as livrarias americanas

Maria Fernanda Rodrigues

17 Setembro 2013 | 14h53

James Patterson, por Bret Hartman/Reuters

O best-seller James Patterson, criador de Alex Cross e autor de mais de uma centena de livros – quase todos policiais, disse hoje em entrevista ao programa This Morning, da rede CBS, que quer doar US$ 1 milhão para livrarias independentes dos Estados Unidos, como uma forma investir na formação de novos leitores. Para ter a chance de ganhar o seu quinhão, a livraria deve ser financiamente viável e, claro, ter uma área infantil.

Aos 66, Patterson é um dos autores de maior sucesso do mundo. Segundo a Forbes, ele ganhou, em 2012, US$ 91 milhões, ficando atrás apenas de EL James, autora da trilogia 50 Tons de Cinza. Ao todo, ele já vendeu 275 milhões de exemplares.

“Estamos fazendo essa transição para o e-book e isso é bom e legal e maravilhoso, mas não estamos fazendo nada de forma organizada, sã e civilizada. Então, o que está acontecendo é que as livrarias estão desaparecendo, várias bibliotecas estão desaparecendo, e nem elas e nem as bibliotecas escolares estão recebendo apoio. Isso não é bom”, disse o escritor no programa.

Para assistir, clique aqui.