Mundaréu lança os primeiros títulos e quer preencher lacunas do mercado editorial
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Mundaréu lança os primeiros títulos e quer preencher lacunas do mercado editorial

E mais na coluna Babel: as cartas de Camille Claudel, romance antigo de David Grossman saindo em janeiro, os haicais da Lote 42, os convidados do Navegar é Preciso, etc

Maria Fernanda Rodrigues

14 de novembro de 2014 | 21h43

EDITORA
Mundaréu quer preencher lacunas do mercado editorial
roth2

A Mundaréu acaba de estrear no mercado editorial brasileiro com o lançamento de Um Ano Sobre o Altiplano, de Emilio Lussu, e Memórias de Um Oficial de Infantaria, de Siegfried Sasson. Até o fim do mês serão publicados O Súdito, de Heinrich Mann, e Marcha de Radetzky, de Joseph Roth (foto). Todos na coleção Linha do Tempo, cujo foco inicial é a Primeira Guerra Mundial. Fundada pela advogada Silvia Naschenveng e pelo professor de filosofia Tiago Tranjan, ela terá como linha editorial, neste primeiro momento, a literatura europeia – especialmente em língua alemã – da primeira metade do século 20 e filosofia. Para 2015, estão previstos, entre outros, O Fogo, de Henri Barbusse, Uma Juventude na Alemanha, de Ernst Toller, e Do Infinito e Outros Textos de Lógica e Filosofia da Matemática, de David Hilbert.

CARTAS
Correspondência íntima
Está previsto para o primeiro semestre o lançamento de um e-book com 300 cartas enviadas por Camille Claudel (1864-1943) para, entre outros, a mãe, o irmão, galeristas e, claro, Rodin. Sairá pela e-galáxia com organização do editor Tiago Ferro e de Ronald Polito e prefácio de Veronica Stigger.

ROMANCE
Israel pelo olhar infantil
Para começar bem o ano: David Grossman, um dos melhores escritores israelenses de sua geração, terá O Livro da Gramática Interior, de 1991, lançado em janeiro pela Companhia das Letras. O protagonista é um garoto de 12 anos.

POESIA
Caderno de haicais
boyEm dezembro, mês em que comemora dois anos, a Lote 42 apresenta 42 Haicais e 7 Ilustrações, de João Varella e FP Rodrigues. Gustavo Piqueira, que acaba de lançar Mateus, Marcos, João e Lucas (Edusp), é responsável pelo projeto gráfico – que partiu dos originais feitos à mão. No livro, é possível ver as marcas da escrita de Varella, como letras apagadas e folhas amassadas.

AUTOAJUDA
Jacob Petry na Rocco
A Rocco adquiriu os direitos de publicação do próximo livro do conferencista e filósofo Jacob Petry, ainda sem título definido, e de quatro obras já editadas pela Leya: A Lei do Sucesso, Ninguém Enriquece por Acaso, Singular – O Poder de Ser Diferente e O Óbvio Que Ignoramos.

FESTIVAL
Na Amazônia
Participam da 5.ª edição do Navegar é Preciso, cruzeiro literário organizado pela Livraria da Vila, os escritores Rodrigo Lacerda, Fabrício Carpinejar, Reinaldo Moraes, Eliane Brum, Amyr Klink e a cantora Fabiana Cozza. Será entre os dias 27 de abril e 1.º de maio, sobre as águas do Rio Negro.

JUVENIL
Para as novas gerações
pp_Só no mês passado, segundo o PublishNews, foram vendidos, aqui, mais de 17 mil exemplares de O Pequeno Príncipe – obra publicada originalmente no País em 1954. Em 2015, o livro de Saint-Exupéry entra em domínio público e qualquer editora poderá ter a própria versão.