Um Livro Por Semana #39: Monólogo interior (‘Falar Sozinhos’ e ‘Mar Azul’)
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Um Livro Por Semana #39: Monólogo interior (‘Falar Sozinhos’ e ‘Mar Azul’)

Livros de Andrés Neuman e de Paloma Vidal foram publicados pela Alfaguara e Rocco, respectivamente; e na Babel: os primeiros lançamentos da Fósforo

Maria Fernanda Rodrigues

23 de janeiro de 2021 | 03h00

Marca desse tempo que vivemos, a morte volta a rondar esta coluna – e resgato hoje dois livros bonitos do início da década passada que têm, em comum, o tema da paternidade (que foi também o tema da coluna passada – e talvez isso tenha me levado de volta a essas obras) e da elaboração do luto.

Os dois livros abordam o luto (Foto: Vassilis Triandafyllou/Reuters)

Em Falar Sozinhos (Alfaguara, 2013), o argentino Andrés Neuman conta uma história de despedida. Mário tem uma doença terminal e decide levar o filho em uma última viagem a trabalho, de caminhão, na tentativa de deixar Lito, de 10 anos, com a memória dessa pequena e esperada aventura compartilhada. Elena fica em casa, lidando, à sua maneira (com sexo e leitura), com a iminência da morte do marido. O romance é narrado em primeira pessoa pelos três personagens e em três registros diferentes. Mário fala para um gravador, e a fita será entregue ao filho quando ele já tiver partido. Elena escreve um diário. Lito pensa. Uma despedida planejada, mas incompleta – como todas são.

Em Mar Azul (Rocco, 2012), a protagonista de Paloma Vidal, uma senhora solitária e apática, se depara com cadernos do pai morto – um argentino que emigrou para o Brasil deixando a filha, sem mãe, para trás – anos depois, ela também se muda para cá, refazendo os passos do pai e buscando respostas – que não encontra exatamente nesses cadernos. É quando decide escrever no verso das páginas anotadas pelo pai.

Deixo o trecho de uma entrevista de Neuman ao Estadão: “A escrita e a arte são as formas mais profundas de aprendermos a morrer, a aceitar o envelhecimento e a compreender a perda. Não para nos deprimirmos, mas para nos conscientizarmos do privilégio que é estar vivo”.

FALAR SOZINHOS
Autor: Andrés Neuman
Editora: Alfaguara
(168 págs.; R$ 44,90)

MAR AZUL
Autora: Paloma Vidal
Editora: Rocco
(176 págs.; R$ 29,50; R$ 18 o e-book)

+ BABEL

O começo

Quatro lançamentos marcam a estreia da Fósforo, editora de Fernanda Diamant, Rita Mattar e Luis Francisco Carvalho Filho, em maio. São eles: Psiconautas – Viagens Com a Ciência Psicodélica Brasileira, de Marcelo Leite; O 13 de Maio e Outras Estórias do Pós-abolição, com textos de Raul Astolfo Marques (1876-1918) organizados por Matheus Gato de Jesus; O Lugar, uma auto-sócio-biografia da francesa Annie Ernaux inédita no Brasil; e O Cometa, ficção científica centenária de W. E. B. Du Bois (1868-1963).

Tudo o que sabemos sobre:

Mercado EditoriallivroLiteraturamorteluto

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.