Marina Colasanti vende mais que John Green na Estante Virtual
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Marina Colasanti vende mais que John Green na Estante Virtual

E mais: Biografia de Kim Gordon com data marcada de lançamento, um livro sobre Shakespeare, um fotolivro que continua em site, as crônicas de Apicius reeditadas, etc

Maria Fernanda Rodrigues

07 de agosto de 2015 | 23h24

SEBO
Marina Colasanti se torna best-seller na Estante Virtual

Marina Colasanti
Marina Colasanti venceu, em 2014, o Jabuti de livro do ano de ficção por Breve História de um Pequeno Amor. Mas não foi com este delicado e premiado livro infantil que ela virou best-seller no mês passado. Publicado em 2001, Penélope Manda Lembranças tornou-se o livro mais vendido de toda a Estante Virtual, portal que reúne o acervo de sebos de todo o País (algo como um milhão de títulos), em julho. Foram comercializadas nada menos do que 294 cópias. A volta às aulas deve ter motivado o sucesso desta coletânea de contos juvenis. Enquanto um exemplar novo custa cerca de R$ 33 nas principais livrarias, uma edição usada parte de R$ 3,99. John Green, best-seller internacional, ficou em segundo lugar com 139 exemplares vendidos de Cidades de Papel, que acaba de virar filme, e ganhou por pouco de Graciliano Ramos. De Vidas Secas, foram vendidas 113 cópias. Prova de que há espaço para livros de todas as épocas

BIOGRAFIA – 1
Data marcada

Kim Gordon a garota da banda
Chega às livrarias brasileiras no dia 1.º, pelo Fábrica231, selo da Rocco, A Garota da Banda. Esperado pelos fãs do Sonic Youth, o livro é a autobiografia de Kim Gordon (acima), uma das fundadoras do grupo.

BIOGRAFIA – 2
Saindo do forno
Sai da gráfica no fim do mês, para lançamento na Bienal do Rio (3 a 13 de setembro), pela Autêntica, a Autobiografia Poética, de Ferreira Gullar.

NÃO FICÇÃO
Tudo sobre o bardo
Organizado por Régis Augustus Bars Closel e Ronaldo Marin, Shakespeare – 450 anos está previsto para setembro, mais de um ano após a efeméride, pelo Instituto Shakespeare do Brasil e Biblioteca Mário de Andrade. São 22 artigos sobre os temas: Estudos Sobre Shakespeare, Teatro e Início da Idade Moderna, Shakespeare e o Brasil e Concepção e Recepção de Shakespeare.

FOTOGRAFIA
Livro, site, etc.

Pablo Pinheiro percorreu 2 mil quilômetros para o projeto Uma Tradição nos Rios Grandes: A Imagem do Vaqueiro Contemporâneo em Transição (Prêmio Funarte Marc Ferrez). O resultado estará no fotolivro Rio Grandes (acima), disponível para download gratuito a partir do dia 11 em estudiop.com.br/riograndes, onde haverá ainda áudios e vídeos.

CRÔNICA
Antes de ser moda
Publicada pela José Olympio em 1986 e há quase uma década fora de catálogo, a coletânea Confissões Íntimas, com crônicas do lendário Apicius, pseudônimo de Roberto Marinho de Azevedo, está prestes a ganhar uma edição digital pela Cesárea.
*
Apicius foi crítico gastronômico do Jornal do Brasil entre as décadas de 1970 e 1990. A última vez que um texto seu foi publicado foi em 2005, na antologia Boa Companhia, organizada por Humberto Werneck.
*
A obra, a ser lançada dia 18, traz esses textos sobre gastronomia – mas que falam, também, sobre a vida no Brasil. Tudo com muita ironia.