Escritores franceses voltam no tempo e imprimem seus livros na prensa de Gutenberg em Frankfurt
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Escritores franceses voltam no tempo e imprimem seus livros na prensa de Gutenberg em Frankfurt

Emmanuel Carrère imprimiu a primeira página de 'Um Romance Russo'; réplica da prensa está no pavilhão da França, o país homenageado

Maria Fernanda Rodrigues

11 Outubro 2017 | 12h07

FRANKFURT – País homenageado desta edição da Feira do Livro de Frankfurt, a França levou para o pavilhão de exposição uma réplica da prensa de Gutenberg. Para os organizadores, a invenção de Gutenberg no século 15 poderia ser comparada ao impacto da tecnologia digital hoje.

emmanuel Carrere

Emmanuel Carrère foi o primeiro autor a usar a prensa (Foto: Maria Fernanda Rodrigues)

Os visitantes da feira têm a oportunidade de ver como as primeiras impressões eram feitas – com um diferencial: quem está operando a prensa são os escritores da delegação francesa. Eles estão sendo convidados a imprimir a primeira página de seu livro mais recente.

Nesta quarta-feira, 11, Emannuel Carrère estava lá pela manhã às voltas com a impressão de Um Romance Russo (Alfaguara). “Isso é formidável”, ele disse. Até domingo, outros escritores terão a chance de imprimir seus trabalhos.

frankfurt book fair

Impressão autografada (Foto: Maria Fernanda Rodrigues)

Na terça-feira, 10, após a cerimônia de abertura da Feira, Angela Merkel e Emmanuel Macron imprimiram uma página da Declaração dos Direitos Humanos.

Mais conteúdo sobre:

Feira do Livro de Frankfurt