Contos de Cora Coralina são reunidos em obra juvenil
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Contos de Cora Coralina são reunidos em obra juvenil

E mais: Boitempo e o feminismo, Gloria Steinem, fotobiografia de Ana Cristina César, Mário Prata, etc.

Maria Fernanda Rodrigues

26 de fevereiro de 2016 | 23h00

CONTO
Textos de Cora Coralina são reunidos em coletânea juvenil

cora coralina

Chega às livrarias no dia 1.º de março o livro De Medo e Assombração. Trata-se de uma coletânea de seis contos escritos por Cora Coralina (1889-1985), a poeta doceira de Goiás Velho. Cinco deles (As Capas do Diabo, O Capitão-mor, Medo, O Corpo Delito e Candoca) foram publicados anteriormente em O Tesouro da Casa Velha, que já está em sua 6.ª edição. Procissão das Almas saiu em Estórias da Casa Velha, na 14.ª edição. Os dois livros foram lançados pela Global, que apresenta agora a nova antologia. O livro é direcionado ao público infantojuvenil e conta com ilustrações (abaixo) de Rogério Sound.

cora coralina


NÃO FICÇÃO

Classe e gênero
Em 2016, a Boitempo reforça seu catálogo com obras que vão contribuir para o debate e para a luta das mulheres por direitos iguais. Além de Mulheres, Raça & Classe, de Angela Davis, e do infantil As Mulheres e Os Homens, que a coluna já adiantou, ela lança, entre outros, o clássico Reivindicação dos Direitos da Mulher, de Mary Wollstonecraft, publicado no fim do século 18 e um dos primeiros livros sobre o pensamento feminista e a emancipação política das mulheres. E prepara uma coletânea (ainda sem título), organizada pelas sociólogas Nadya Guimarães e Helena Hirata, autora de Nova Divisão Sexual do Trabalho? e lançada em 2002.


BIOGRAFIA

Gloria Steinem
Sai pela Bertrand, em setembro, o livro de memórias da jornalista, escritora e ativista americana Gloria Steinem, de 81 anos. Em Minha Vida na Estrada, ela fala sobre as viagens que fez pelo mundo para escrever matérias, trabalhar em campanhas políticas e participar de conferências ligadas ao movimento feminista.
*
A obra foi lançada nos EUA no ano passado e tem sido bem recebida – Minha Vida na Estrada foi escolhido para inaugurar o clube de leitura feminista de Emma Watson. E George Clooney produz série sobre Gloria e sobre a revista Ms., criada por ela, para a HBO, com Marisa Tomei no papel principal.


FOTO

Ana C. em imagens

Ana Cristina César

Ana Cristina Cesar (1952-1983) terá sua vida contada em imagens na fotobiografia que o Instituto Moreira Salles prepara para a Flip, que neste ano presta homenagem à poeta. Textos de autores que conviveram com Ana C. completam a obra.


DIREITOS

Na França

Gilles Eduar

A WMF Martins Fontes vendeu os direitos de dois de seus títulos para a França. Monstros Urbanos, de Renata Bueno, sairá pela Moka Éditions. A obra apresenta os monstros criados pela artista em fotos tiradas da cidade. O outro título é o infantil Djô (acima), do paulistano Gilles Eduar, que tem outras 10 obras publicadas lá. O livro será lançado pela Rue du Monde.


FICÇÃO

Entrevistas mágicas
Depois de lançar Uns Brasileiros, Mário Prata trabalha, agora, em Uns Gringos. Diz que já entrevistou Cleópatra, James Dean e Adão – e está tentando falar com Hitler sobre futebol.

*

Leia também: Maria Valéria Rezende narra luta invisível pela construção de um país mais justo