Como vai ser a Livraria da Travessa de Pinheiros
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Como vai ser a Livraria da Travessa de Pinheiros

Livraria da Travessa abre sua primeira loja de rua em São Paulo na sexta, 9, na Rua dos Pinheiros

Maria Fernanda Rodrigues

02 de agosto de 2019 | 08h15

A Livraria da Travessa inaugura sua primeira loja de rua em São Paulo na sexta-feira, dia 9, conforme antecipado na coluna Babel de sábado, 27 . Ela fica na Rua dos Pinheiros, nº 513. A livraria vai ter 200 m2, e, por isso mesmo, uma aposta maior em curadoria.

Livraria da Travessa Pinheiros

Projeto da fachada da Livraria da Travessa de São Paulo (Foto: Livraria da Travessa)

“Vamos investir no atendimento de qualidade e no acervo especial, pensando no público do bairro e com uma seleção aguda, mais rigorosa, por causa do tamanho”, conta Rui Campos, proprietário da rede tradicional do Rio de Janeiro, que já tem uma loja em São Paulo, no Instituto Moreira Salles, e que acaba de abrir sua primeira livraria em Lisboa.

+ Leia mais sobre a nova Livraria da Travessa de Pinheiros e veja fotos do espaço

Se na loja de Ipanema o leitor encontra 80 mil títulos, na Travessa de São Paulo ele vai encontrar cerca de 18 mil. A seleção inclui todos os gêneros, com destaque para temas atuais, como política e feminismo, e também para obras de autores portugueses – numa espécie de contrapartida informal pela operação em Lisboa.

Livraria da Travessa Pinheiros

O projeto é da arquiteta Bel Lobo (Foto: Livraria da Travessa)

A livraria será pequena, dividida em dois andares, mas Rui garante que vai ter espaço para sentar, ler um livro, tomar um café ou um vinho. “Vamos ter um mini mini mini café, algumas poucas coisas para comer, uma geladeira com um vinhozinho e outras coisas. O cliente escolhe o que quer, faz o seu próprio café, se serve e paga na saída”, explica.

No momento em que o modelo de megastore está em xeque, com a crise da Livraria Cultura e da Saraiva, a proposta da Travessa torna o negócio viável – e comenta-se que esse modelo enxuto seria replicado pela rede de Rui em São Paulo.

Livraria da Travessa São Paulo

A Livraria da Travessa terá 200 m2 (Foto: Livraria da Travessa)

O livreiro não confirma nem descarta. “Não temos projeto para uma segunda loja, mas isso não está fora de questão. Sempre atuamos de acordo com o momento. Lisboa nunca esteve no plano, surgiu a oportunidade e nos apaixonamos pela ideia. Em 30 anos, abrimos 10 lojas. Uma a cada 3 anos. São Paulo não faz parte de um plano de expansão. Não temos um plano de negócio, só paixão.”

A Livraria da Travessa de Pinheiros será inaugurada na sexta, dia 9. No sábado, 10, ela sedia seu primeiro evento: uma sessão de autógrafos com Leonardo Padura. A inauguração oficial será no domingo, 18, com uma série de atividades ao longo do dia.

Livraria da Travessa vai ocupar imóvel onde funcionava uma loja de lingerie (Foto: Google)

Tendências: