Babel: Venda de novos livros para a Cultura ainda não está garantida
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Babel: Venda de novos livros para a Cultura ainda não está garantida

E mais: 'Iniciação à Estética', de Ariano Suassuna; 'Areias Movediças', de Octavio Paz; Luiz Vilela homenageado pela Flima, etc.

Maria Fernanda Rodrigues

08 Dezembro 2018 | 06h00

CRISE
Venda de novos livros para a Cultura ainda não está garantida

crise das livrarias

Livraria Cultura do Conjunto Nacional (Foto: Amanda Perobelli/Estadão)

Editores e Livraria Cultura ainda não chegaram a um acordo sobre a manutenção do fornecimento de livros para a rede – pensando principalmente no Natal. A Cultura quer pagar 10% no ato e o restante 30 dias depois. As editoras, sem receber há meses, querem o pagamento à vista, para minimizar o risco de ver seu prejuízo aumentar ainda mais, e um pedido de desculpas. Aliás, comenta-se que a mágoa só aumenta – e que haveria mais empenho em salvar a Saraiva do que a Cultura. Sem contar que a Saraiva propôs pagar essas novas compras (de livros com venda garantida e em pouca quantidade) à vista e já deve receber alguns lotes. O impasse, no entanto, continua com as menores – com quem ela insiste em consignação. Isso tudo não tem a ver com a recuperação judicial, mas dá o tom de como serão as negociações. Uma curiosidade: por causa disso tudo, livros de fundo de catálogo voltaram às listas depois da Black Friday.

CONJUNTURA
Futuro incerto
Editores já anunciam redução na grade de lançamento e apostas nesses livros com mais potencial de venda – ou com potencial de venda em outros pontos, e não nas livrarias tradicionais. E há quem esteja, neste momento, fechando as contas para avaliar se vale a pena continuar no ramo em 2019. É o caso da Masterbooks, editora fundada pela apresentadora Eliana há 10 anos.

APOSTAS
Corpo e mente
A Edipro vai investir em obras de saúde e bem-estar em 2019. Pelo selo Cienbook, ela lança TOC – Livre-se do Transtorno Obsessivo-Compulsivo, de Jeffrey M. Schwartz, e Alzheimer: O Dia de 36 Horas – Cuidando de Quem Tem e de Quem Cuida, de Nancy L Mace e Peter V. Rabin.
*
O Papel de Parede Amarelo, já nas livrarias em edição da José Olympio, também estará no catálogo da Via Lettera, da Edipro, em janeiro. O volume traz o conto que dá nome à obra, sobre opressão feminina, e outros textos de Charlotte Perkins Gilman inéditos no País.
*
Os clássicos seguem na mira. Há alguns livros da área de psicanálise e de importantes pensadores na programação. Cinco Lições de Psicanálise abre a coleção Freud. Será lançado, ainda, Além do Bem e do Mal, de Nietzsche, com nova tradução de Saulo Krieger, e obras de Goethe, Sêneca, Schopenhauer, Bergson, Heródoto, Tocqueville, Durkheim e Sófocles.

CONTO
Textos movediços

Com ilustrações (acima) de Gustavo Pacheco, a Sesi-SP lança Areias Movediças, obra de Octavio Paz inédita no Brasil. São 10 contos curtos escritos em 1949 que expõem temas como o absurdo, a imaginação e os sentimentos mais profundos.

FESTIVAL
Homenagem a Vilela
A segunda edição da Festa Literária da Mantiqueira (Flima) será realizada de 16 a 19 de maio, em Santo Antônio do Pinhal. O homenageado será o escritor mineiro Luiz Vilela, autor de quase 30 livros – o mais recente é Você Verá (2013).

NÃO FICÇÃO
Lições de Ariano
Iniciação à Estética, que estava no catálogo da José Olympio, sairá este mês pela Nova Fronteira. No livro, Ariano Suassuna apresenta ao leitor as grandes teorias clássicas e modernas sobre os conceitos de beleza e arte, e fala de Platão, Aristóteles, Kant, Hegel, escultura, arquitetura, pintura, música, mímica, literatura, teatro…