Babel: Projeto apresenta 26 poemas de autores contemporâneos e seus bastidores
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Babel: Projeto apresenta 26 poemas de autores contemporâneos e seus bastidores

E ainda na Babel: Pauline Delabroy-Allard e David Diop; Mulher de Palavra, no Sesc Bom Retiro; os novos curadores da TAG; inscrições para o Oceanos 2020; etc

Maria Fernanda Rodrigues

22 de fevereiro de 2020 | 06h30

POESIA
Projeto apresenta 26 poemas de hoje e seus bastidores

O músico e poeta Arnaldo Antunes (Foto: Tiago Queiroz/Estadão)

Depois de 26 Poetas Hoje, antologia organizada por Heloisa Buarque de Hollanda em 1975, que fez história e está publicada agora pela e-galáxia, chega sai em maio, pela Nós, 26 Histórias Hoje. Trata-se de um projeto do cineasta e poeta Felipe Nepomuceno, que envolve, além deste livro, uma série com estreia prevista para maio no Canal Brasil. Ele selecionou 26 poemas e pediu um breve comentário do autor sobre o texto. Isso serviu de matéria-prima para a criação de videopoemas feitos por diversos artistas visuais. Entre os poetas escolhidos – eles não aparecem no vídeo – estão Arnaldo Antunes (foto), Vilma Arêas, Bruna Beber, André Dahmer, Gregório Duvivier, Chico César, Ana Martins Marques, Marília Garcia e Alice Sant’Anna, entre outros. Na TV, a série, que vai exibir um novo episódio (são 26, de cerca de 3 minutos) por semana vai se chamar 26 Poemas Hoje.

ROMANCE
Diálogo francófono
A Nós, que abre seu ano editorial em março com Conto Para Uma Só Voz, de João Anzanello Carrascoza, tem outros dois títulos interessantes, franceses, previstos para até o início do segundo semestre.
*
O primeiro, com lançamento em abril, é Sarah é Isso (Ça Raconte Sarah), da parisiense Pauline Delabroy-Allard (abaixo). Vencedor do Prix du Roman des Étudiants France Culture – Télérama, de 2018, ele é apresentado como “um romance homoafetivo arrebatador”.

O outro livro, que será lançado em agosto com a presença do autor, é Irmãos de Alma, que ganhou a primeira edição do Prêmio Gouncourt Brasil. Escrito pelo franco-senegalês David Diop (abaixo), o livro mostra a Primeira Guerra pelo olhar de um combatente senegalês no exército francês – ele vê seu melhor amigo ser morto e vai sofrer as consequências psiquicamente, e vai fazer sofrer.

(Foto: Joel Savaget/AFP)

PRÊMIO
Oceanos 2020
Por falar em prêmio, o Oceanos abre suas inscrições ao meio-dia de segunda, 2 de março. Vale para livros (romances, poesia, conto, crônica e dramaturgia) publicados em qualquer país em 2019 – desde que escritos em português.

CLUBE
Livros indicados
Os assinantes do Kit Curadoria, da TAG, vão receber este ano obras indicadas por autores como Mia Couto, Contardo Calligaris, José Eduardo Agualusa, Marília Garcia, Jarid Arraes e Martha Batalha.

NÃO FICÇÃO
Mais de 50
Amo Minha Idade será lançado pela Oficina de Livros no dia 8, durante o evento Beleza Pura, na Unibes. Com organização de Bete Marin e Edna Perrotti, a coletânea traz textos de 33 mulheres de mais de 50 anos, de várias áreas, como Mirian Goldenberg e Norma Blum.

EVENTO
Independente e coletiva
A 3.ª edição do projeto literário Mulher de Palavra será realizada no Sesc Bom Retiro entre março e julho, com cocuradoria do Coletivo Sycorax. Haverá debates, contação de história, oficinas, ciclos de leitura e uma feira de livros escritos por mulheres. O tema é Independente e coletiva, e entre as convidadas estão Cidinha da Silva, Angélica Freitas, Marilene Felinto e Heloisa Buarque de Hollanda.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.