Babel: Obra de José Lins do Rego vai para o catálogo da Global
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Babel: Obra de José Lins do Rego vai para o catálogo da Global

E ainda na Babel: o novo livro de Evandro Affonso Ferreira, dois livros infantis sobre 'muros', Saraiva fecha mais livrarias, etc,

Maria Fernanda Rodrigues

16 de março de 2019 | 03h00

MERCADO
Obra de José Lins do Rego vai para o catálogo da Global

josé lins do rego

Obra de José Lins do Rego será publicada pela Global (Foto: ABL)

A obra do escritor José Lins do Rego (1901-1957) está de mudança de editoria: ela sai da José Olympio, do Grupo Record, e passa a integrar o catálogo da Global – que quer ser a principal casa de autores brasileiros e já conta com 16 exclusivos, como Cecília Meireles, Cora Coralina, Gilberto Freyre, Bandeira, e, mais recentemente, Guimarães Rosa (exceto Grande Sertão: Veredas). O contrato acaba de ser assinado entre a editora e as três herdeiras do escritor e prevê 28 títulos – reedições ou novos, a começar por Menino de Engenho, Doidinho, Banguê, Fogo Morto e Usina. E ainda: sua ficção completa pela Nova Aguilar, títulos infantis e quatro seleções inéditas (crônicas, crônicas para jovens, crônicas inéditas e correspondência).

FICÇÃO
A musa e o romance
Moça Quase-Viva Enrodilhada numa Amoreira Quase-Morta é o título do novo livro de Evandro Affonso Ferreira – uma narrativa curta que atualiza as histórias de amor. Evandro, que tem publicado seus livros pela Record, lança este pela Nós em abril.

LUSOFONIA
Intercâmbio literário
Será realizada, nos dias 30 e 31, em Oeiras (Portugal), a 1.ª Travessia das Letras – Festa da Literatura Infantil em Língua Portuguesa, com participantes daqui, de Portugal, Angola, Guiné-Bissau, Cabo Verde e Moçambique. A Kapulana , que investe também em obras de africanos, terá três autores lá: Maria Celestina Fernandes (Angola) e Lucílio Manjate (Moçambique), além da brasileira Kely de Castro.
*
Por falar em lusofonia, a Malê está lançando Do Índico e do Atlântico, com contos de 14 escritores moçambicanos e brasileiros, como Mia Couto, Conceição Evaristo, João Carrascoza e Lília Momplé.

CONTO
Homenagem à mulher
A Bambolê lança, no fim do mês, A Travessia do Cotidiano. São sete contos com protagonistas mulheres – escritos por Livia Garcia-Roza, Lucia Bettencourt, Luize Valente, Susana Fuentes, Joana Cabral, Paula Giannini e Ana Cristina Melo.

INFANTIL
O mundo para crianças

 

livro infantil

 

Sai pela Pequena Zahar, em julho, The Wall in The Middle of the Book (abaixo), de Jon Agge. Um cavaleiro tenta convencer o leitor de que seu lado é mais seguro do que o outro, onde moram animais assustadores. E então ocorre um problema no seu lado e ele precisa de ajuda.
*
O tema muro voltou aos debates depois de Trump – e chega agora à literatura infantil também com Querido Senhor Presidente, de Sophie Siers e Anne Villeneuve, lançado agora pela Melhoramentos. É a história de um garoto que quer construir um muro no quarto para resolver problemas com o irmão.

LIVRARIA
Mais sobre a crise
Conforme a coluna antecipou ontem, a Saraiva fechou as lojas de Copacabana (Rio) e da Rua São Bento (SP) nesta sexta e fecha a do Shopping Higienópolis no fim do mês.