Babel: ‘O Meu Pé de Laranja Lima’ ganha edição em HQ em 2020
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Babel: ‘O Meu Pé de Laranja Lima’ ganha edição em HQ em 2020

E mais na Babel: Giorgio Agamben, Lezama Lima, Camilla Läckberg e Susana Thénon

Maria Fernanda Rodrigues

16 de novembro de 2019 | 08h00

CLÁSSICO
‘O Meu Pé de Laranja Lima’ ganha edição em HQ em 2020

Um dos maiores clássicos da literatura juvenil brasileira, O Meu Pé de Laranja Lima vai ganhar uma versão em quadrinhos em 2020. Com adaptação de Luiz Antônio Aguiar e ilustração de Franco de Rosa e equipe, o lançamento, previsto para março, é mais uma ação do projeto da Melhoramentos de resgatar a obra de José Mauro de Vasconcelos (1920-1984). A primeira iniciativa foi uma nova edição da história do Zezé para marcar os 50 anos de sua publicação. Depois disso, a editora passou a trabalhar os livros de Vasconcelos para adultos e nos próximos dias chegam às livrarias mais quatro dos 20 títulos que estão previstos no projeto. São eles: Banana Brava, Longe da Terra, Barro Blanco e Vazante. Em 2020 devem sair mais 10.

ENSAIO
Agamben sobre a arte
Studiolo, o novo livro do filósofo italiano Giorgio Agamben, ainda inédito na Itália, sairá no Brasil pela Âyiné. O título da obra remete aos palácios renascentistas – mais especificamente ao quarto pequeno onde o príncipe se recolhia para ler e meditar, cercado pelas pinturas que mais amava. Este volume tem essa mesma função para Agamben. Nele, o autor reflete sobre 21 obras de arte, como Embriaguez de Noé (abaixo), de Bellini, e trabalhos de artistas como Titian, Van Eyck e Velázquez. Ainda sem previsão de lançamento no País, Studiolo será traduzido por Vinícius Nicastro Honesko.


*
Para os leitores do filósofo, outra novidade. A Autêntica, que já publicou boa parte de sua obra, tem três títulos contratados: Pulcinella, Autoritratto Nello Studio e Creazione e Anarchia. Também não há previsão.

MERCADO
O caso Lezama Lima
A Estação Liberdade apelou contra a decisão da Justiça que reconhecia os direitos de Paradiso, do cubano Lezama Lima (1910-1976), como sendo da Martins. Mas não deu. Só para lembrar: a primeira adquiriu os direitos da irmã do autor; a segunda, do Estado cubano (como ele não deixou testamento, a obra passa, por lei, para o Estado).

THRILLER
Best-seller sueco
Sai pela Arqueiro, no início do ano, A Gaiola de Ouro, de Camilla Läckberg. Best-seller na Suécia, ele conta a história de casal que parece perfeito – mas as coisas não são bem assim. Quando alguns segredos são revelados, a mulher, que vivia tentando agradar o marido sem ser valorizada, vai precisar resgatar a pessoa ambiciosa que já foi para retomar sua vida e se vingar.

POESIA
Reuben, Pavón e Thénon

(Foto: Anatole Saderman/Corregidor)

A Edições Jabuticaba, que está lançando este mês Estrelas Brilham, Mastigam Lixo, com uma década de produção de Reuben da Rocha (1984) e poemas inéditos, organizados poe ele mesmo, além de Discotecagem Selvagem, da poeta argentina Cecilia Pavón (1973), prepara para dezembro Ova Completa, da também argentina Susana Thénon (1935-1991; foto) – a tradução é de Angélica Freitas, autora de O Útero é do Tamanho de um Punho.

Tendências: