Babel: Livros de Gabriel García Márquez chegam finalmente ao digital
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Babel: Livros de Gabriel García Márquez chegam finalmente ao digital

E ainda na Babel: Moisés Rabinovic reúne melhores reportagens em livro; Karnal escreve sobre preconceito; coletânea de autores brasileiros em árabe; Hannah Arendt em HQ, etc

Maria Fernanda Rodrigues

06 de abril de 2019 | 03h00

E-BOOK
Obra de García Márquez chega finalmente ao digital

gabriel garcia marquez

Livros de Gabriel García Márquez são lançados em e-book (Fredy Builes/Reuters)

É uma notícia um pouco estranha para se dar em pleno ano de 2019, mas é a novidade da semana do Grupo Record, que finalmente conseguiu o ok dos herdeiros de Gabriel García Márquez (1927-2014) para a publicação da obra do escritor colombiano em e-book. A partir de terça-feira, 9, quase sete anos depois que Amazon e companhia aportaram por aqui, 23 livros do escritor estarão disponíveis – entre eles, Cem Anos de Solidão, O Amor nos Tempos do Cólera e Memórias de Minhas Putas Tristes, os best-sellers do autor que já vendeu, só no Brasil, quase 3 milhões de exemplares. A decisão foi tomada depois do anúncio de que a Netflix vai adaptar Cem Anos de Solidão. Outro e-book na lista de lançamentos é Reportagens Políticas, da coleção de obras jornalísticas de Gabo.

REPORTAGEM
Vida de jornalista
Jornalista com passagens pelas redações da Última Hora e do Grupo Estado, entre outros veículos, e por países como Israel, EUA e Ruanda, Moisés Rabinovici reúne suas melhores reportagens em Escritos Com a Pele, com lançamento em maio pela 11 Editora. As matérias são acompanhadas de contextualizações e impressões pessoais do autor.

NÃO FICÇÃO
Karnal e o preconceito
Colunista do Caderno 2, Leandro Karnal prepara para a Companhia das Letras um livro sobre preconceito, que deve ser lançado no meio do ano.

INTERNACIONAL
Volta para casa
Min al mahjar ila al watan (Da Terra de Migração Para a Terra Natal) é o título da coletânea idealizada por Mirna Queiroz, organizada por Leonardo Tonus e publicada pela Revista Pessoa que será lançada da Feira do Livro de Abu Dabi (24 a 30). Três dos 12 autores, além de Mirna e Tonus, vão para lá a convite de Abu Dhabi: Ana Miranda, Marcelo Maluf e Marco Lucchesi. Há textos ainda de, entre outros, Raduan Nassar e Milton Hatoum. Safa Jubran e Mamede Jarouche são os tradutores.

THRILLER
Nancy Wake
A Planeta comprou os direitos de Liberation, thriller inspirado na história de Nancy Wake, espiã que se tornou uma das mulheres mais procuradas pela Gestapo e heroína da 2.ª Guerra. O livro de Darby Kealey vai virar filme coproduzido e estrelado por Anne Hathaway.

HQ
Hannah Arendt
hannah arendt

E a WMF Martins Fontes adquiriu os direitos da HQ The Three Escapes of Hannah Arendt: A Tiranny of Truth (acima), de Ken Krimstein, cartunista da New Yorker.

EVENTO
Dois autores, um tema
O Sesc Avenida Paulista inicia, dia 18, um novo projeto: o Contrastes, no qual escritores – a começar por Ignácio de Loyola Brandão e Felipe Castilho – conversam sobre um determinado tema – neste caso, distopia.

MERCADO
Um pouco de otimismo
A Matrix amplia de 50 para 75 o número de lançamentos neste difícil ano para o mercado. Duas apostas: A Lógica do Destino, sobre constelação familiar, e um infantil sobre Santos Dumont, de Estevão Ciavatta, que sairá em outubro com a minissérie que ele dirige para a HBO.

…..

Siga a Babel no Instagram: @babelestadao

 

Tendências: