Babel: Livro de memórias de Hector Babenco será lançado em junho
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Babel: Livro de memórias de Hector Babenco será lançado em junho

E ainda na Babel: História de Uma Menininh, de Colette Peignot; peças de Edward Albee; Graciliano e Lobato; Marx com desconto

Maria Fernanda Rodrigues

04 de maio de 2019 | 03h00

CINEMA
Livro de memórias de Hector Babenco será lançado em junho

hector babendo biografia

Barbara Paz e Hector Babenco (Foto: Janete Longo/Estadão)

Mr. Babenco – Solilóquio de Dois Sem Um é o título do livro de memórias do cineasta Hector Babenco (1946-2016) que a Editora Nós lança em junho. A obra é composta de conversas que ele e a atriz Bárbara Paz, sua mulher, tiveram no fim da vida do diretor de Pixote – até o último jantar do casal –, material também de um documentário que ela produz e deve apresentar no Festival de Cannes. Provocado pelas perguntas de Bárbara, Babenco vai contando sobre sua infância na Argentina, a descoberta do primeiro câncer, os bastidores de seus filmes etc. É ela quem organiza o livro, pontuado por este diálogo íntimo sobre a vida e obra do cineasta responsável ainda por filmes como O Beijo da Mulher Aranha, Carandiru, O Passado e Meu Amigo Hindu, o último dele. A obra traz ainda poemas inéditos escritos por Babenco na juventude – em espanhol e em português – e alguns registros fotográficos.

NÃO FICÇÃO
Perda da fé
Está no prelo da Iluminuras, História de Uma Menininha, assinado por Laure, pseudônimo de Colette Peignot (1903-1938). Trata-se do livro de memórias desta mulher de saúde frágil, que trocou o meio aristocrático-burguês parisiense pelo ambiente soviético-comunista, e que conviveu com Picasso, Buñuel e tantos outros.
*
O livro é aberto por Vidas de Laure, texto em que Eduardo Jorge de Oliveira, do Departamento de Letras Românicas da Universidade de Zurique, fala sobre o contexto social em que Colette se formou, e se revoltou, e de sua relação com Bataille – eles viveram juntos por quatro anos e ela morreu na casa dele, aos 35, de tuberculose.

TEATRO
Albee em livro

edward albee

(Foto: Chester Higgins Jr./The New York Times)

A Grua prepara o lançamento em livro de duas peças do dramaturgo americano Edward Albee (1928-2016): Quem Tem Medo de Virginia Woolf?, de 1962, que virou filme em 1966, e Três Mulheres Altas (1991). Os livros saem em junho com tradução de Bruno Gambarotto e Quem Tem Medo de Virginia Woolf? tem como posfácio texto de Antonio Gonçalves Filho publicado no Caderno 2 quando Albee morreu.

CARTA
Brigada heroica
Uma curiosidade: por causa do lançamento agora da nova edição de S. Bernardo, que faz 85 anos, a família de Graciliano Ramos enviou à Record carta de Monteiro Lobato para o autor em que ele diz, em 1938, que Graciliano é um “talento verdadeiro, do alto, do grande, do puro sem mistura”. Escreve ainda: “Como são tremendamente dolorosos o livros que a Brigada Heroica do Nordeste anda escrevendo (….). Tenho um entusiasmo louco por vocês, e chego ao ponto de considerá-los, ao bloco, uma das pouquíssimas coisas realmente sérias que o Brasil possui neste momento histórico.” Eles não se conheciam pessoalmente, e Lobato escreveu para agradecer pelos livros que Graciliano tinha enviado.

MARKETING
Dia M.
A Boitempo prepara uma promoção pelos 201 anos de Marx (dia 5). De 6 a 12, os livros dele e de Engels terão desconto de até 35% no site da editora. A ação se estende até o dia 19 em livrarias parceiras. Entre os lançamentos do mês, destaque para Marx pelos Marxistas, com textos de amigos, familiares e herdeiros de seu legado.

FEIRA
Livros com desconto
De 7 a 9, livros de 24 editoras terão descontos de 30% na Feira da ESPM. Quem levar um para doação ganha 40% – e ele passa a integrar o acervo da Livro Livre, a biblioteca comunitária da ESPM. Tem também feira na UFSCar no mesmo período.

Tendências: