Babel: Livro de Judith Butler sobre guerra, luto e 11/9 será lançado no Brasil
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Babel: Livro de Judith Butler sobre guerra, luto e 11/9 será lançado no Brasil

E mais na Babel: Andrew Solomon e 'Longe da Árvore', no Brasil; 'Pontos de Fuga', o novo romance de Milton Hatoum; Geni Guimarães homenageada na Balada Literária; Henrique Rodrigues ne Bélgica

Maria Fernanda Rodrigues

07 de setembro de 2019 | 08h00

NÃO FICÇÃO
Autêntica lança livro de Judith Butler sobre guerra, luto e 11/9

Judith Butler no Brasil (Foto: Nilton Fukuda/Estadão)

Chega às livrarias, pela Autêntica, este mês, Vida Precária: Os Poderes do Luto e da Violência, da filósofa Judith Butler. Nos cinco ensaios da obra, ela faz uma profunda avaliação da América pós 11 de setembro e das políticas americanas que caminham na direção de travar uma guerra perpétua. Ela escreve no prefácio: “Se estivermos interessados em deter esses ciclos a fim de produzir resultados menos violentos, é importante nos perguntarmos o que pode ser feito como política de luto além de uma guerra”. Entre outras questões abordadas por Butler, uma das mais influentes filósofas da atualidade, hostilizada no Brasil em 2017 (ela deu uma entrevista ao Estado na época), está a questão de uma ética não-violenta, baseada no entendimento do quão facilmente a vida humana pode ser anulada.

FESTIVAL
Balada para Geni

Geni Guimarães será homenageada pela Balada Literária em 2020

Depois de uma edição em homenagem ao educador Paulo Freire, a Balada Literária, que termina no domingo, vai celebrar, em 2020, a escritora Geni Guimarães (foto). Nome importante da literatura negra, Geni nasceu em 8 de setembro de 1947, em São Manoel, e escreveu contos, poemas e livros para crianças. Entre seus títulos estão Leite de Peito e A Cor da Ternura. “Precisamos conhecer, reconhecer e lembrar das escritoras negras do Brasil”, justificou o curador e escritor Marcelino Freire.
*
Ainda sem data definida, a 15.ª Balada Literária será realizada em setembro, e continua com as edições em Teresina e Salvador e, pela primeira vez, em São Luís.

INTERNACIONAL
Residência artística
Henrique Rodrigues, autor de O Próximo da Fila, que acompanha um adolescente da periferia, funcionário de uma rede de fast food como o autor já foi, em sua jornada de amadurecimento, foi convidado para uma residência artística em Bruxelas. Entre outubro e novembro, ele conduz a criação coletiva de um filme sobre meio ambiente ao lado de outros 20 artistas. O projeto é idealizado pelo Cine Luso, da brasileira Aline Yasmin.
*
E nesta semana, a sala de leitura da escola pública em que ele estudou, em Jacarepaguá, deixa de se chamar Monteiro Lobato para levar seu nome.

CINEMA
Família e identidade

Cena do documentário Longe da Árvore

O americano Andrew Solomon, autor do best-seller sobre depressão O Demônio da Meia-Noite (Companhia das Letras), vem ao Brasil em setembro para a estreia de Longe da Árvore, documentário de Rachel Dretzin que chega aos cinemas dia 19 e é baseado em livro dele sobre família e identidade. Na foto acima, cena do filme, o autor, que partiu de sua experiência para conduzir esta ampla pesquisa, aparece com o pai.

ROMANCE
Lugares sombrios
Pontos de Fuga é o título do segundo volume da trilogia O Lugar Mais Sombrio, que Milton Hatoum lança pela Companhia das Letras em novembro.

POLÍTICA
Sociedade e capitalismo
A Horizontal Publishers comprou os direitos para o russo de Estado e Forma Política, do jurista e filósofo do direito Alysson Leandro Mascaro. Lançado em 2013 pela Boitempo, ele já saiu também na Argentina.

Tendências: