Babel: Leiturinha vira editora e passa a publicar obras originais
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Babel: Leiturinha vira editora e passa a publicar obras originais

E mais na Babel: contos para o centenário de Ruth Guimarães, Jeferson Tenório, André Vianco, Kamila Shamsie e 'Dying For Ideas'

Maria Fernanda Rodrigues

14 de março de 2020 | 06h30

INFANTIL
Leiturinha vira editora e passa a publicar obras originais

A coluna passada anunciou que a revista Cult estava começando a publicar livro. Agora é a vez do maior clube de assinatura de livros infantis revelar que pretende editar e distribuir 12 originais por ano – no total, o Leiturinha distribui 200 títulos anualmente para crianças de todas as idades. Os novos volumes não serão vendidos em livrarias tradicionais, mas existe o plano de comercializá-los em sua loja virtual. Por ora, a empresa, que tem sede em Poços de Caldas e 170 mil assinantes, conta com 15 autores e ilustradores renomados e premiados. Alexandre Rampazo, por exemplo, terá dois livros – O Mistério do Rino Sério (acima), de Fernando Nuno com ilustrações dele, e como autor e ilustrador de Eustáquio. E ainda, entre outros: Nelson Cruz, Anna Claudia Ramos, Marilda Castanha, Silvana Sarleno, Gilles Eduar e Vanessa Prezot.

DIREITOS
A morte em dois tempos
Home Fire, livro de Kamila Shamsie que foi semifinalista do Booker Prize em 2017 e venceu o Women’s Prize em 2018, teve os direitos comprados pela Grua, que deve lançá-lo ainda este ano com tradução de Lilian Jenkino. O livro é uma releitura da tragédia de Antígona.
*
Ela vai publicar, também, Dying For Ideas – The Dangerous Lives of the Philosophers, de Costica Bradatan. O livro, que será traduzido por Bruno Gambarotto, explora as situações-limite nas quais os filósofos se encontravam quando os únicos meios de convencimento que eles tinham, e podiam usar, era seus próprios corpos mortos e o espetáculo público de suas mortes.

FICÇÃO
Quinn em edição de luxo
Julia Quinn, um milhão de exemplares vendidos aqui e que está prestes a ver uma de suas séries de romances históricos, Bridgerton, na Netflix, comemora 20 anos de carreira – e a Arqueiro lança em abril Duque e Eu, sua estreia, em edição de luxo.

FANTASIA
Vianco na Planeta
Um dos principais nomes da ficção fantástica brasileira com 23 obras e mais de 1 milhão de cópias vendidas, André Vianco assina contrato com a Planeta e lança 40 Luas, seu novo livro, pelo selo Minotauro. Misturando inteligência artificial, emoções humanas e fenômenos, fala sobre uma garota que perde a família e a memória em um acidente.

CENTENÁRIO
Contos de Ruth

(Foto: José Luis da Conceição/Estadão)

No centenário de Ruth Guimarães (1920-2014), a Faro prepara o lançamento de quatro livros da autora de Água Funda (1946). São eles: Contos Africanos, Contos Índios, Contos de Encantamentos e Contos do Céu e da Terra. Discípula de Mário de Andrade, ela será homenageada em Cachoeira Paulista em agosto, mas os livros já começam a chegar às livrarias em junho, para o aniversário da escritora. Autora de mais de 50 publicações entre ensaios folclóricos, romance, contos, traduções, crônicas e reportagens, Ruth começou a carreira como jornalista – colaborando, inclusive, com o Estado.

ROMANCE
Em busca do pai
Autor de O Beijo na Parede (Sulina) e Estela Sem Deus (Zouk), Jeferson Tenório, professor de literatura no Rio Grande do Sul, lança seu novo livro, O Avesso da Pele, pela Companhia das Letras em maio. É a história de Pedro que, após a morte do pai, assassinado numa desastrosa abordagem policial, busca refazer seus passos. A obra traz reflexões sobre racismo, falência do sistema educacional e a complexa relação familiar.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: