Babel: Ferlinghetti na 34, Balada Literária solidária, Roger Chartier e Prêmio Serrote
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Babel: Ferlinghetti na 34, Balada Literária solidária, Roger Chartier e Prêmio Serrote

Editora 34 prepara uma antologia com 101 poemas de Lawrence Ferlinghetti, a mais completa dele em português

Maria Fernanda Rodrigues

01 de agosto de 2020 | 13h35

Lawrence Ferlinghetti em 2007 (Heidi Schumann/The New York Times)

Ferlinghetti na 34, com antologia de poemas e ‘Poesia Como Arte Insurgente’

Aos 101 anos, o poeta, tradutor, editor, pintor e ativista Lawrence Ferlinghetti terá dois livros publicados pela 34. Para novembro, está previsto ‘Poesia Como Arte Insurgente’, de 2007, com tradução de Fabiano Calixto. É a reunião de seus principais manifestos e reflexões sobre poesia. O outro, que deve ficar para o fim de 2021, é uma antologia poética organizada pelos poetas e tradutores Fabiano Calixto e Natália Agra, cobrindo todos os livros já publicados pelo autor e reunindo, ao todo, 101 poemas – será a mais completa dele em português.

Balada em casa

As atrações da Balada Literária, que será virtual entre 3 e 7 de setembro, serão abertas por um profissional dos bastidores, como camareira, iluminador, técnico de som. “Assim, abraçaremos os profissionais, descobertos pela pandemia, que fazem eventos assim acontecerem”, diz Marcelino Freire.

*

A edição deste ano presta homenagem a Geni Guimarães e traz nomes como Conceição Evaristo, Márcia Tiburi, Juraci Tavares, Douglas Machado, Sidney Santiago Kuanza, Zezé Motta, Miriam Alves, Esmeralda Ribeiro, Aza Njeri, Cátia de França, Ricardo Aleixo, Daniel Munduruku e Eliane Potiguara.

*

O show de abertura será com Gabi da Pele Preta e toda a programação ficará disponível para ver novamente. Assim como nas edições presenciais, a festa contará com aulas, conversas, shows, exibição de filmes e saraus unindo autores brasileiros a autores africanos. Para finalizar cada dia, um encontro no Zoom reunirá participantes e público na Balada da Balada, com leituras e temáticas pré-definidas.

Júri do Prêmio Serrote é definido

Os organizadores do Prêmio de Ensaísmo Serrote, que tem inscrições abertas até o dia 1º de setembro e vai premiar autores iniciantes, definiram o júri. Ele vai ser composto por Djamilia Pereira de Almeida, que foi uma das ganhadoras do prêmio em 2013 e ganhou o Oceanos em 2019 com o romance Luanda, Lisboa, Paraíso, e a Carla Rodrigues, filósofa e professora da UFRJ. Ao lado delas estarão Paulo Roberto Pires, editor da serrote, Guilherme Freitas, editor assistente da revista, e João Fernandes Diretor Artístico do Instituto Moreira Salles.

*

O primeiro colocado receberá o valor de R$ 10 mil; o segundo, de R$ 7 mil e o terceiro, de R$ 4 mil. E seus ensaios serão publicados na revista em novembro.

 

Encontro sobre leitura reúne grandes escritores e Roger Chartier

O historiador Roger Chartier vai abrir, na segunda-feira, 3, às 19h, a 3ª edição do Congresso Nacional de Leitura (Conaler). A programação, diária e sempre a partir desse horário, conta com lives, saraus e depoimentos. Entre os convidados, estão Monja Coen, Pedro Bandeira, Cristóvão Tezza, Viviane Mosé, Zuenir Ventura, Ignácio de Loyola Brandão, Mary Del Priore, Marina Colasanti, Sérgio Mamberti, Sérgio Vaz e João Anzanello Carrascoza.

*

A iniciativa é da Fundação Observatório do Livro e da Leitura, com curadoria de Galeno Amorim. As inscrições, gratuitas, podem ser feitas no site www.observatoriodolivro.org.br/conaler.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: