Babel: Coleção ‘Pequenos Exílios’ investiga relação entre viagens, exílios e literatura
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Babel: Coleção ‘Pequenos Exílios’ investiga relação entre viagens, exílios e literatura

Maria Fernanda Rodrigues

14 de fevereiro de 2014 | 20h58

A coluna Babel, publicada no Caderno 2 de 15 de fevereiro, traz informações sobre a coleção Pequenos Exílios, a biblioteca digital da Xeriph, a pausa de Chico Buarque na escrita do novo romance, o conto que inspirou a série de tevê Boca do Lixo e mais.

FICÇÃO
Coleção investiga relação entre viagens, exílios e literatura

A escritora Paloma Vidal (Filipe Araújo/Estadão)

Está prevista para o segundo semestre, se a Dobra conseguir sair do labirinto burocrático em que se encontra, a coleção Pequenos Exílios, que parte da ideia de que, juntas, viagem e literatura despertam no homem uma pequena revolução. Serão quatro títulos retratando viagens que funcionam como pequenos exílios. Tiago Novaes e Camila Moraes, os idealizadores, escrevem sobre Bangcoc e Bogotá, respectivamente. Paloma Vidal (foto) escolheu Londres e Roberto Taddei, o Rio de Janeiro. São ficções que tocam na questão do desenraizamento, das identidades em trânsito e do estranhamento. Discutem ainda como a ficção elabora a subjetividade errante, contaminada pelo outro e pelo cenário, explica o editor Reynaldo Damazio. O projeto foi selecionado pelo Proac, mas Damazio pensou em desistir do patrocínio pelos obstáculos do Banco do Brasil. “São dificuldades burocráticas que fazem Kafka parecer literatura infantil”, diz.

BIBLIOTECA
Empréstimos online
Enfim, uma novidade na área de bibliotecas digitais. A distribuidora Xeriph anunciou ontem que está prestes a lançar a sua – a primeira voltada ao público geral, e não apenas a estudantes, foco das demais plataformas de empréstimo de e-book.

INFANTIL
A vez de Bolonha
No ano passado, 17 editoras brasileiras participaram do estande coletivo do projeto Brazilian Publishers na Feira do Livro de Bolonha (24 a 27/3), a mais importante do mundo no gênero infantil e juvenil. Com a homenagem que o Brasil receberá este ano da feira italiana, o número saltou para 39.

HISTÓRIA
O começo de tudo

No pacote de livros que as editoras preparam para marcar o centenário da 1.ª Guerra, em julho, está O Assassinato do Arquiduque – Sarajevo, 1914. Escrita por Greg King e Sue Woolmans e na programação da Cultrix para o mês da efeméride, a obra relata os bastidores da morte de Francisco Fernando, o estopim do conflito que mudaria o curso da história europeia.

ROMANCE
Salvação e ruína
Sai pela Grua, ainda neste semestre, Buddha in the Attic, romance de Julie Otsuka que retrata um grupo de japonesas que imigraram para São Francisco com a promessa de um bom casamento e que acabaram conhecendo uma realidade mais complexa. Diz que até o presidente Obama comprou o livro.

CONTO – 1
Cantos do mal
Evando Nascimento, autor das ficções Cantos do Mundo e Retratos Desnaturados, e de Clarice Lispector: Uma Literatura Pensante, deixa o grupo Record e publica Cantos Profanos, com contos sobre o mal, pela Globo Livros, em julho.

CONTO – 2
Antes na tevê
Foi o conto O Homem Liberado, de Toni Marques, que inspirou o roteiro de Boca do Lixo, série da Conspiração para a HBO – as filmagens começam em abril. O texto está no ainda inédito Machado de Assis Reality Show.

TRADUÇÃO
De Manaus a Adis Abeba
A editora etíope Hohe acaba de comprar os direitos de Dois Irmãos, de Milton Hatoum.

ROMANCE
Pausa para sambar
Chico Buarque faz uma pausa no retiro parisiense de escrita do novo livro e participa, na 5.ª, aqui, de show da Mangueira.

Tudo o que sabemos sobre:

Biblioteca Digital

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.