As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Antônio Xerxenesky vai lançar novo romance pela Companhia das Letras

blogs

01 Abril 2017 | 03h00

Por Ubiratan Brasil e Guilherme Sobota

O terceiro romance de Antônio Xerxenesky vai chegar às livrarias no segundo semestre deste ano, dessa vez pela Companhia das Letras. As Perguntas se passa na cidade de São Paulo nos dias de hoje e acompanha Alina, de 30 anos, que trabalha numa produtora, durante 24 horas – com formação em história das religiões, ela é chamada para auxiliar numa investigação que envolve pessoas desaparecidas e uma seita ocultista. A pesquisa sobre o tema envolveu mais de 30 livros, segundo o autor.

Xerxenesky escreveu quase todo o novo livro durante residência literária nos EUA, em 2015, parte do International Writing Program, que existe desde 1967, na Universidade de Iowa, um dos programais mais famosos do mundo – entre seus ex-alunos, estão Orhan Pamuk e Mo Yan. O novo livro, encomendado, faz parte de uma série de terror com direitos para o cinema já adquiridos pela RT Features. Apesar do novo lançamento, autor continua ligado à Editora Rocco.

ARQUIVO 03/07/2014 CADERNO2 O escritor Antônio Xerxenesky, que está lançando F. (Rocco). Crédito: Renato Parada/Divulgação

O escritor Antônio Xerxenesky. Crédito: Renato Parada/Divulgação

HISTÓRIA – 1
Brasil

A Editora Unesp está resgatando uma obra de 1758, do padre português Manuel Ribeiro da Rocha: Etíope Resgatado, Empenhado, Sustentado, Corrigido, Instruído e Libertado. A edição tem versão preparada, introduzida e comentada por Jean Marcel Carvalho França e Ricardo Alexandre Ferreira, direto dos originais, com ortografia e pontuação atualizadas e trechos traduzidos do latim.

O religioso chegou a ser considerado pioneiro do abolicionismo e, no livro, faz malabarismos para defender uma forma “cristã” no tratamento dos cativos. O trabalho de Rocha se apoiou em escritos bíblicos, teóricos da Igreja, como Santo Agostinho e São Tomás de Aquino, e também pensadores seculares.

HISTÓRIA – 2
Inquisição

No contexto dos 500 anos da Reforma Protestante, a Editora Nossa Cultura lança também em abril A Inquisição Não Acabou, livro que explica o que foi a Inquisição e a relaciona com temas contemporâneos, como a violência doméstica, a escravidão moderna e preconceitos raciais. O autor é o professor e educador paulista Samuel Lago.

BEST-SELLER
Adam Grant

Com direitos vendidos a 28 países e líder da lista do The New York Times em março passado, o livro do autor norte-americano Adam Grant, Originais, chega ao Brasil em abril pela Sextante. O livro explora crenças que existem em torno das mentes criativas, com estudos e histórias reais para mostrar como combater o conformismo e romper com tradições obsoletas. Em novembro, o autor estará em São Paulo, no evento HSM Expo 2017.

SUPERAÇÃO
Pistorius

A Astral Cultural lança agora em abril o livro Quando Eu Era Invisível, de Martin Pistorius – não confundir com Oscar Pistorius, o atleta paralímpico que foi condenado por assassinato da namorada. Na obra, Martin relata a própria história: por quase 14 anos, ele ficou em estado vegetativo, mas consciente do que ocorria ao seu redor. O livro (Ghostboy, no original) foi lançado em mais de 40 países.