Amazon dá desconto de até 90% às vésperas da Bienal do Livro
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Amazon dá desconto de até 90% às vésperas da Bienal do Livro

E mais na coluna de 20 de agosto: Bienal do Livro, coleção terá 90 clássicos de bolso, a volta de Eduardo Alves da Costa e Raduan Nassar na Bienal de Arte

Maria Fernanda Rodrigues

20 de agosto de 2016 | 06h00

LIVRARIA
Amazon fará megapromoção às vésperas da Bienal

amazon brasil

Foto: Ralph D. Freso/Reuters

Há dois anos, às vésperas da Bienal do Livro, a Amazon deu a notícia tão esperada quanto temida: começava a vender livro físico. Para comemorar o segundo aniversário dessa operação, ela, de novo antes da abertura da feira, fará uma megapromoção com descontos de até 90% em livros impressos e digitais. É a segunda edição da Semana Book Friday, que começa na terça, 23, e vai até segunda, 29 (no caso dos e-books, 2/9). São mais de 20 mil títulos em português e 12 milhões de obras importadas (neste caso, elas terão descontos progressivos). Na sexta, 26, o frete é gratuito para qualquer compra e o Kindle Paperwhite estará R$ 100 mais barato. Quem achava o e-book de Contos Completos (Cosac Naify), de Tolstoi, caro (R$ 72,75) poderá comprá-lo por R$ 5,90. Já Pitadas da Rita sairá de R$ 89,90 por R$ 37,90 na versão impressa. O Orfanato da Srta. Peregrine, nos cinemas em breve, sai por R$ 8,10 (e-book) e R$ 15,90 (papel).

BIENAL
Para todos os gostos
Nova Fronteira e Saraiva anunciam, na Bienal, a parceria na criação da coleção Clássico Para Todos. Serão lançados 36 títulos já na feira – como Romeu e Julieta, de Shakespeare, Dom Casmurro, de Machado, e O Auto da Compadecida, de Suassuna – e outras duas levas até a Bienal do Rio, em 2017, totalizando 90 volumes. As obras já estavam no catálogo da Nova Fronteira, embora algumas estivessem esgotadas, e sairão em edições de bolso. Os preços vão de R$ 14,90 a R$ 29,90.
*
Thaíde: 30 Anos Mandando a Letra é uma das apostas da Novo Século para a feira. Organizado pelo jornalista Gilberto Yoshinaga, o livro traz 30 letras do rapper comentadas e contextualizadas. Autógrafos dia 28.
*
Quem estará por lá também é a nadadora Rebeca Gusmão, que autografa Virada Olímpica no estande da Astral Cultural dia 3.
*
Recentemente, a coluna contou que será lançado na Bienal um livro sobre Magali e o espiritismo. Agora, católicos, os personagens de Mauricio de Sousa vão a Roma e a história é contada na HQ Turma da Mônica Visita o Papa (abaixo), da Santuário. Os personagens promovem a obra dia 3, no estande da editora.

turma da mônica visita o papa

*
A Bienal será aberta dia 26, com uma apresentação de Bethânia, e vai até 4/9, no Anhembi.

FICÇÃO
Resgate da obra
Autor de No Caminho, com Maiakovski e outros títulos, Eduardo Alves da Costa terá sua obra concentrada na Sesi SP Editora. Na quarta, 24, ele lança, na Livraria da Vila de Pinheiros, cinco de uma tacada: os inéditos Poemas de Circunstâncias e Balada Para os Últimos Dias (poemas) e Cem Gramas de Buda (contos) e reedições de A Sala do Jogo (contos, 1989) e Chongas (romance, 1974).

ARTE
Outras Bienais
Antes de ser lançado no Líbano, em outubro, Um Copo de Cólera, de Raduan Nassar, vira instalação sonora na Bienal de Arte de São Paulo (10/9 a 12/12) pelas mãos do libanês Rayyane Tabet, um dos principais artistas do Oriente Médio.
*
O público poderá escutar Tabet lendo em árabe O Esporro, o sexto capítulo da obra escrita por Nassar, brasileiro de origem libanesa, em 1970 e publicada em 1978. Na mesma sala estarão expostos a primeira edição do livro em português e manuscritos da tradução realizada por Mamede Mustafa Jarouche. Quem edita a obra lá é Al-Kamel Verlag, do poeta iraquiano Khalid Al-Maaly.

(Aqui, uma entrevista que fiz com Al-Maaly em 2012: Harmonia do encontro através da palavra)