Três autoras alemãs estão no centro do Dramatik!

Três autoras alemãs estão no centro do Dramatik!

João Wady Cury

23 de agosto de 2018 | 13h23

Sibylle Berg. Jovem no foco Foto: UDO GRIMBERG

 

A nova dramaturgia alemã tem mulheres na ribalta e o tom é pop, tocando temas que vão da juventude desgovernada a relacionamentos. E três delas terão suas obras discutidas em encontros no Instituto Goethe. Batizado Dramatik!, começa quarta, 29, em torno de E Agora: O Mundo!, de Sibylle Berg, de 2013. Seguem-se, em 26 de setembro, Mameloschn: Língua-Mãe, de Sasha Marianna Salzmann, de 2012, e em 31 de outubro, Tremor, de Maria Milisavljevic, de 2017. Aliás, o Goethe tem uma base de obras teatrais em diversos idiomas, inclusive o português, aqui.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: