Thriller no mezanino da Fiesp

Thriller no mezanino da Fiesp

João Wady Cury

10 Março 2017 | 11h17

Diretor Eric Lenate durante ensaio no mezanino do predio da Fiesp. Foto: Daniel Teixeira/Estadão

Diretor Eric Lenate durante ensaio no mezanino do predio da Fiesp. Foto: Daniel Teixeira/Estadão

A nova montagem de Eric Lenate está tirando o sono do encenador. Refluxo, de Angela Ribeiro, ganhará o mezanino do prédio da Fiesp a partir do dia 12 de abril e tem uma série de especificações que a impediriam de ser bem realizada em teatros de palcos tradicionais, como o próprio Teatro do Sesi, no mesmo prédio.

Primeiro, a montagem precisa de um elevador. Depois, um grande corredor, em forma de passarela, onde se desenrola a trama de suspense que dependerá dos atores – como Ary França, Lavínia Pannunzio e Mauricio de Barros, que integram o elenco – para mudanças de cenários constantes e engenhosas.

Lenate, que é também cenógrafo, tem se debruçado diariamente para criar as traquitanas que passarão o clima do espetáculo e levar ansiedade e aflição ao público, com uma iluminação esmerada de Aline Santini. “E ainda preciso equilibrar ensaio e produção da peça às minhas viagens semanais ao Rio de Janeiro, onde acompanho Love, Love, Love, em cartaz na cidade”, conta ele. Sim, será uma longa jornada de quarta-feira a domingo em 61 apresentações até julho. De tirar o fôlego.