Segure a Bigorna!

João Wady Cury

27 Julho 2017 | 15h11

Sim, sim, ela está de volta e pode cair na sua cabeça. Talvez seja bom, oxalá traga novos ventos para o teatro brasileiro. Trata-se de uma publicação do grupo do Teatro Oficina, cujo número zero foi lançado em 1995 e depois teve edições esparsas. Chega com texto do diretor José Celso Martinez Corrêa sobre a remontagem de O Rei da Vela prevista ainda para este ano. Mas há também outros temas do gosto do grupo, como Bacantes, a questão urbana do Anhangabaú e a proposta de criação de uma nova economia para a cultura brasileira. A ver.