Ratos de biblioteca têm diversão garantida na ECA

Ratos de biblioteca têm diversão garantida na ECA

João Wady Cury

26 Maio 2017 | 18h53

 

Pode ser reveladora uma visita despretensiosa à biblioteca da Escola de Comunicações e Artes, da USP – no que essa visita poderia ser despretensiosa. O arquivo de peças teatrais tem algumas raridades originais, datilografadas em papel de seda, belíssimas. E escarafunchando mais detalhadamente podem-se encontrar textos dramáticos de atores hoje consagrados. Por exemplo, o ator Marco Nanini tem uma de sua autoria, chamada Descasque o Abacaxi Antes da Sobremesa, e escrita em janeiro de 1973. Como ele mesmo definiu na abertura, trata-se de uma “passagem esquizofrênica” em um ato. Acredite se quiser, a peça é dedicada a um faqueiro. Ou ainda uma peça escrita em 1962 pelo grande líder do grupo teatral Decisão, de Sorocaba. Chama-se Sorocaba, Senhor e o autor da peça atende pelo nome de Antônio Abujamra, grande ator e diretor, morto em 2015. Uma das cópias tem uma preciosidade na contracapa. Abujamra escreveu para o amigo Edgar a caneta: “Edgar, esperei e nada! Não mostre a peça a ninguém, incluindo Deus! Telefone. Abu”.