Quando outubro chegar

Quando outubro chegar

João Wady Cury

24 Setembro 2018 | 08h53

Marici Salomão lança livro em outubro. FOTO SERGIO CASTRO/ESTADÃO

 

E vai chegar e, quando chegar, outubro será tempo de festa. Para o teatro, pelo menos, que vai ver se completar a primeira década do Núcleo de Dramaturgia Sesi – grupo que tem sido determinante para a formação de novas gerações na escrita e pensamento dramatúrgico nacional. O ciclo deste ano leva o nome de Dramaturgia e Experiência e discutirá a diferença entre experiência e experimento com uma série de eventos de 16 a 20 de outubro, no Centro Cultural Fiesp. Começará com a palestra A aventura nômade da escrita do filósofo Peter Pál Pelbart, dia 16, às 20h, no palco do Teatro do Sesi-SP. Logo depois a coordenadora do curso de dramaturgia, Marici Salomão, lança o livro Sala de Trabalho.

VAI TER MUITO MAIS

A obra de Marici toca o coração porque reúne um compilado do processo de implantação do curso e caminhos utilizados para a construção e consolidação de uma dramaturgia contemporânea nestes dez anos. Não é coisa para amadores; pois demanda rigor e disciplina. Entre 17 e 19, o ator Matteo Bonfitto dará o workshop Dissecando experiências: ambivalências dramatúrgicas. E o evento encerra-se dia 20, às 16h, com a participação de ex-alunos do núcleo contando suas experiências antes, durante e depois do curso, como Zen Salles, Gustavo Colombini, Angela Ribeiro e Carol Pitzer. Quem media a conversa é a dramaturga Michelle Ferreira.

 

E MAIS UM POUCO

Outubro trará também a mostra em homenagem aos idosos (1.º de outubro) no Sesc. Um dos destaques é a estreia da companhia chilena Cia de La Laura Palmer, com a montagem Los Que Vinieron Antes, sobre um neto que conversa com os avós sobre trabalho, aposentadoria e morte.