O papel do enterro

O papel do enterro

João Wady Cury

25 Junho 2018 | 00h51

Grupo carioca Teatro de Extremos Foto: Caique Cunha

 

Sobre matar e morrer, agonizar e despertar, e sobre corpos à deriva e o que nos dizem. Assim é Balé Ralé, peça do escritor Marcelino Freire. Estreia na sexta-feira da próxima semana, dia 22, no Sesc Ipiranga. A montagem vem pelas mãos do grupo carioca Teatro de Extremos (foto), com direção de Fabiano de Freitas.