Norma Jean cobra Marilyn

João Wady Cury

16 Março 2017 | 11h03

Tempos de Marilyn, de Sergio Roveri, vai ganhar uma montagem em Los Angeles ainda este ano. Transformada em monólogo, a história se passa na última noite de vida da atriz Marilyn Monroe, quando é visitada por Norma Jean, seu nome de batismo. A pessoa física de Marilyn volta para cobrar da atriz tudo aquilo de que ela abriu mão para que o mito pudesse sobreviver. É um grande acerto de contas movido a doses excessivas de barbitúricos. A atriz Bia Borin, que participou da montagem paulistana, mudou-se para Los Angeles e está trabalhando na tradução do texto para o inglês com o marido, o ator e diretor Eduardo Muniz.