Mais um Brasil na China

Mais um Brasil na China

João Wady Cury

29 de setembro de 2017 | 13h53

A atriz Patricia Selonk na peça A Marca da Água. Foto: Mauro Kury.

 

Depois do grupo Sobrevento, agora é a vez de mais uma companhia brasileira seguir para a China na segunda quinzena de outubro. Desta vez é a Armazém Companhia de Teatro, liderada pelo diretor Paulo de Moraes e pela atriz Patricia Selonk, que encabeça o elenco da peça A Marca da Água (Water Stain). Vão participar do Wuhzen International Theatre Festival, na província de Zhejiang. A montagem volta rapidamente ao cartaz no Rio de Janeiro de 7 a 15 de outubro, na Fundição Progresso, para uma curta temporada e depois segue para a Ásia. Se estiver no Rio, vale assistir à peça – e por um bom motivo. É a mesma montagem que, em 2013, recebeu o Fringe First Award, durante o Festival de Edimburgo, na Escócia, um dos mais prestigiados eventos das artes cênicas no mundo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: