Música e festa no Dia Mundial de Conscientização do Autismo

Alvaro Siviero

26 de março de 2013 | 10h48

O próximo dia 02 de abril será, novamente, um dia especial. Nesta data, o mundo se debruça sobre a síndrome que atinge mais de 70 milhões de pessoas. No Brasil, mais de 1 milhão e meio de autistas buscam soluções e ajuda, onde menos de 5% recebem assistência adequada. Uma comparação? Lá vai: se somarmos o índice de incidência de diabetes infantil, de câncer infantil e de AIDS infantil, este número ainda será menor do que a porcentagem infantil de portadores de autismo.

Como muitos já sabem, abracei a causa. Em parte por compartilhar esses desafios dentro de minha própria família. Em parte por saber que a Música, como comprovado cientificamente, é medicina para a síndrome. Em parte por saber e estar convicto de que quem não vive para servir não serve para viver. É assim mesmo.

O azul, cor que simboliza o autismo, é espalhado todos os anos em diversos cantos do mundo: da Niaraga Falls ao Parlamento de Budapeste, do Big Ben ao Corcovado. Em 2012 tive a honra de celebrar esta data com um recital de piano inédito, no topo do Corcovado. Ao final do evento, o Cristo Redentor vestiu-se de azul. Solte a imaginação e imagine o que é presenciar, estando diante de um piano grande orquestral, o beijo azul entre mar e céu.

No próximo 02 de abril, às 19h, um concerto sinfônico festejará a data. Com a participação da Orquestra Sinfônica de Barra Mansa-RJ, sob a batuta do maestro Vantoil de Souza, o Santuário Nacional de Aparecida se unirá aos quatro pontos cardeais, sendo inteiramente iluminado de azul. Um momento mágico. E inédito. Durante o restante dos dias do ano, em aparente monotonia, onde tantas pessoas escondidas batalham e se entregam a essa causa, o próprio planeta Terra se encarrega de lembrar a todos que, em sua gênese, ele também nasceu azul.

Após a execução da Sinfonia n.1, de Mendelssohn, serei o solista da célebre Rhapsody in Blue, de Gershwin. Às 18h, aos interessados, será celebrada a Santa Missa. Muita música. Muita festa. Afinal de contas, festa sem música não é festa.

O Dia Mundial de Conscientização sobre o Autismo foi instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 2007. Seu objetivo é trazer informações sobre o Autismo e a importância do diagnóstico e intervenção precoce, além de mostrar que a essência das pessoas é a mesma, independente de suas aparências físicas ou questões psicológicas.

A iniciativa é da ONG Autismo & Realidade www.autismoerealidade.com.br, fundada em 2010, que desenvolve sólida pesquisa, conteúdos e seminários para o esclarecimento da questão, preparando profissionais para a área e eliminando o preconceito sobre o tema. Aos portadores do autismo, familiares e interessados, residentes em São Paulo e imediações, haverá condução gratuita ao evento. Maiores informações: (11)2389-4332

Fica aqui o aperitivo!

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: