Falece Paco de Lucia (1947-2014)

Alvaro Siviero

26 de fevereiro de 2014 | 10h56

Sim, o guitarrista mestre do violão flamenco, o andaluz Paco de Lucía, faleceu em Cancún, México, aos 66 anos. Uma perda musical irreparável. Paco de Lucia ( seu nome de batismo era Francisco Sánchez Gómez, mas ganhou o apelido por conta de sua mãe, Lucia)  foi um dos responsáveis por popularizar e divulgar a música flamenca tradicional, mesclando-a com diversos outros gêneros musicais sem, contudo, perder sua identidade própria. Guardo, entre um de meus tesouros musicais, sua gravação do Concerto de Aranjuez.

Paco era o mais novo de cinco irmãos, filhos do também guitarrista de flamenco Antonio Sánchez. Foi com seu pai e seu irmão Ramón que aprendeu a tocar guitarra. Com apenas onze anos de idade, fez a sua primeira aparição pública na Rádio Algeciras, e no ano seguinte recebeu um prêmio especial numa competição de flamenco em Jerez de la Frontera, acompanhado pelo seu irmão Pepe num duo que se chamava Los chiquitos de Algecira, sua cidade natal. E os êxitos se iniciaram, ininterruptos. Aos 17 anos, participou de um grupo do Festival Flamenco Gitano, excursionando pela Europa. Acompanhado por seus irmãos Ramón de Algeciras e Pepe de Lucía, gravou seus primeiros discos solo em meados dos anos 1960: La Fabulosa Guitarra de Paco de Lucía (1967) e Fantasía Flamenca (1969).

Uma imagem vale mais que mil palavras. Fica, abaixo, uma homenagem.

Tudo o que sabemos sobre:

Paco de Lucia

Tendências: