Cremona Mondo Musica – A Hollywood dos violinos inicia-se amanhã

Cremona Mondo Musica – A Hollywood dos violinos inicia-se amanhã

Alvaro Siviero

27 Setembro 2018 | 07h01

Acabo de chegar ao hotel em Cremona, cidade em que o mundo musical deposita seus olhos neste próximo final de semana. Mal aterrisso no aeroporto de Malpensa (aeroporto internacional de Milão) encontro vários outdoors e chamadas para o grande evento que ocorrerá a pouco mais de 80km da capital da Lombardia, nesta charmosa cidade de pouco mais de 80.000 habitantes que é conhecida como “A cidade dos violinos”. Foi aqui que nasceu e morreu o seu filho mais ilustre, o maior luthier de todos os tempos: Antonio Giacomo Stradivari (1644-1737). Uma estátua de bronze, em uma praça central, comemora a sua existência. A áurea de mistério que cerca os Stradivari  – há quem afirme que a madeira utilizada na fabricação de seus violinos era envolta em sangue de rituais, há quem diga que ele possuísse um pacto com divindades – sempre busca explicação para a sonoridade ímpar de seus instrumentos. Um de seus violinos – conhecido como “Molitor”, que possivelmente pertenceu a Napoleão Bonaparte – foi leiloado na Christie’s pela quantia de US$3.6 milhões. Mas ele não é o único. Esta mesma bela cidade foi berço de outro grande filho, o luthier Bartolomeu Giuseppe Antonio Guarneri (1698-1744), conhecido também como “del Gesù, cujos instrumentos foram e são utilizados por muitos dos principais violinistas que o mundo conhece devido à sua potente e exuberante sonoridade (Sarah Chang, Jascha Heifetz, Isaac Stern, Midori, Joseph Joachim, Gidon Kremer, Fritz Kreisler, Pinchas Zukerman, entre outros). Há quem já tenha pago a quantia de US$10 milhões por um Guarneri del Gesù.

O Cremona Mondo Musica (Cremona Fieri), que acontece entre os dias 28 de 30 de setembro, em Cremona, revelará ao mundo não somente o que a tradição dos grandes clássicos é capaz de produzir, mas o que de mais moderno e inovador a boa música tem ofertado. Este evento, inicialmente voltado para os instrumentos de corda (nomeadamente o violino, viola, violoncelo e contrabaixo), estendeu-se para outros instrumento, como o piano (que sorte a minha!). Seremos, aproximadamente, 40 artistas convidados a participar desta grande festa, entre os quais o maestro Valery Gergiev. o violinista Maxim Vengerov, o compositor Vladimir Mendelssohn, além de violoncelistas, violistas, pianistas (entre os quais o excelente Boris Berman e Louis Lortie que recentemente esteve no Brasil em concertos com a OSESP) e diversos grupos de câmara (como o excelente Musici de Parma). Entre as diversas atividades, realizarei aqui dois recitais: uma para a Czech Trade e outro pela Petrof Pianos.

O evento conta com a cobertura da mídia mundial e dos principais meios de comunicação sobre música: a Andante Magazine, a Orpheus Radio (Moscow), BBC 3 , La Repubblica, La Stampa, RAI Radio3, Radio Classica, MDR Radio Leipzig, Bayerisches Rundfunk, Wall Street Journal, Polish Radio, Venice Classic Radio, Archi Magazine, WDR Radio (Köln), Pianist Magazine,

Atividades, eventos artísticos, exposições e expositores podem ser encontrados www.cremonamusica.com