Saiba quais são os documentários favoritos de Jayme Monjardim; ‘O Tempo e o Vento’, novo filme do diretor, estreia nesta sexta-feira no RS
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Saiba quais são os documentários favoritos de Jayme Monjardim; ‘O Tempo e o Vento’, novo filme do diretor, estreia nesta sexta-feira no RS

Adriana Plut

19 Setembro 2013 | 21h43

Em sua maior obra, o escritor Erico Verissimo contou parte da história do Brasil por meio da família Terra Cambará. O resultado são os sete livros da série ‘O Tempo e o Vento’ (dividida em três volumes: O Continente, O Retrato e O Arquipélago), que cobre todo o período da formação do Rio Grande do Sul até o fim do Estado Novo (1945). A primeira (e mais famosa) parte desta obra ganhou uma versão para os cinemas, que estreia nesta sexta-feira (20.9) no Rio Grande do Sul e na semana que vem em todo Brasil, com personagens emblemáticos como Ana Terra, Bibiana Terra Cambará e um certo Capitão Rodrigo, representados por Fernanda Montenegro, Cleo Pires e Thiago Lacerda (clique aqui para assistir ao trailer). Quem assina a direção é Jayme Monjardim, diretor de ‘Roque Santeiro’, da minissérie ‘A Casa das Sete Mulheres’ e do longa ‘Olga’, sobre a militante comunista Olga Benário. Aproveitando o lançamento do novo filme, o blog .DOC pediu à Monjardim que escolhesse seus cinco documentários favoritos e explicasse rapidamente por quê.

O Longo Caminho Para Casa (1997) – “Por ser o documentário mais importante sobre o Holocausto”

Título Original: The Long Way Home
Estados Unidos
Dir. Mark Jonathan Harris

A Pessoa é Para o que Nasce – “Pelo nível de humanidade que o filme tem”
Brasil
Dir. Roberto Berliner, Leonardo Domingues

Doador Desconhecido (2010) – “Pelo ineditismo do assunto e descoberta de filhos em relação aos seus pais”

Título original: Donor Unknown
Reino Unido
Dir. Jerry Rothwell

Doutores da Alegria (2005) – “Pelo amor mais puro colocado em um filme”
Brasil
Dir. Mara Mourão

A Imagem que Falta (2013) – “Pela pureza de tratar um assunto tão difícil de forma tão delicada”

Título Original: L’image manquante
França
Dir. Rithy Panh