As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

“Raul – O Início, o Fim e o Meio” leva o prêmio de Melhor Documentário no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro

Adriana Plut

14 de novembro de 2013 | 23h40

Nesta quarta-feira (13.11), a Academia Brasileira de Cinema premiou os filmes que se destacaram no ano de 2012 em uma cerimônia na Cidade das Artes, no Rio de Janeiro. Maior bilheteria entre os documentários do ano passado – com público de 170.471 pessoas, segundo a Ancine -, “Raul – O Início, o Fim e o Meio”, de Walter Carvalho, que fala sobre a vida e a carreira do cantor Raul Seixas, foi escolhido Melhor Longa-Metragem Documentário pelos críticos da Academia e também pelo público, e levou também o prêmio de Melhor Montagem de Documentário. Os outros documentários indicados foram
“5x Pacificação”, de Cadu Barcellos, Luciano Vidigal, Rodrigo Felha e Wagner Novais; “A Música Segundo Tom Jobim” de Dora Jobim e Nelson Pereira dos Santos; “Tropicália”, de Marcelo Machadoe “Uma Longa Viagem” de Lucia Murat.
O prêmio de Melhor Curta-Metragem Documentário foi para “Elogia da Graça”, dirigido por Joel Pizzini.
Entres os filmes de ficção, “Gonzaga – De Pai para Filho” foi o grande vencedor. Indicado em 15 categorias, o filme de Breno Silveira ganhou cinco prêmios: Melhor Som, Melhor Ator Coadjuvante, Melhor Diretor, Melhor Ator e Melhor Longa-Metragem. Para ver a lista completa clique aqui .

DOCUMENTÁRIOS VENCEDORES DO GP 2013

RAUL – O INÍCIO, O FIM E O MEIO de Walter Carvalho. Produção: Denis Feijão por Elixir Entretenimento e Alain Fresnot por A.F Cinema e Vídeo

MELHOR LONGA–METRAGEM DOCUMENTÁRIO (segundo o júri e voto popular)

MELHOR MONTAGEM DE DOCUMENTÁRIO:
PABLO RIBEIRO por Raul – o início, o fim e o meio

ELOGIO DA GRAÇA, de por Joel Pizzini

MELHOR CURTA-METRAGEM DOCUMENTÁRIO:

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: