As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Mostra de SP: Walter Salles lança documentário sobre o cineasta chinês Jia Zhangke

Adriana Plut

26 de outubro de 2014 | 22h24

Na noite do último sábado o diretor Walter Salles apresentou seu novo documentário “Jia Zhangke, um Homem de Fenyang” na Mostra de São Paulo. Foi o fim de um ciclo, já que a ideia para o filme nasceu justamente no festival, em 2007, quando a Mostra realizou a primeira retrospectiva de Jia Zhangke no Brasil. Eles já haviam se encontrado antes, durante o Festival de Berlim de 1998 (quando Central do Brasil, de Salles, conquistou o Urso de Ouro), mas foi há sete anos, na Mostra, que o diretor brasileiro falou com Zhangke sobre a ideia de fazer um documentário sobre ele. Na ocasião, Salles perguntou quais cineastas haviam trazido Zhangke para o cinema. O chinês respondeu “Antonioni me explicou o que é o espaço, Bresson me fez entender o tempo e Hou Hsiao-hsien a importância do cotidiano”, contou Salles, em um debate após a sessão. “Zhangke compõe essas três possibilidades da forma mais extraordinária possível”. Ele também explicou por que decidiu fazer um filme sobre o cineasta chinês. “Os grandes filmes começam quando a luz do cinema se acende e os filmes do Jia para mim são aqueles que nunca acabaram, continuam ecoando”. Zhangke, é conhecido pelos filmes Em Busca da Vida  (que venceu o Leão de Ouro em Veneza no ano de 2006), Plataforma (2000) e Um Toque de Pecado (2013). Ele teve suas obras censuradas diversas vezes na China, e por isso já pensou até em desistir do cinema. Após a sessão da Mostra, Zhangke falou sobre suas impressões do documentário. “A maior descoberta que o filme me deu foi a percepção de que não posso me separar do cinema” , disse.
Também participaram do debate após a sessão o diretor do Festival É Tudo Verdade, Amir Labaki, e o crítico francês Jean-Michel Frodon, autor do livro “O Mundo de Jia Zhangke”, também lançado na Mostra. Assista abaixo a trechos da conversa que ocorreu apos a sessão:

Tudo o que sabemos sobre:

Mostra de SP 2014

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.