A coluna da semana

Estadão

24 de janeiro de 2011 | 15h14

[Publicado no Sabático de 22/1]

BABEL

Raquel Cozer, raquel.cozer@grupoestado.com.br – O Estado de S.Paulo

OBRA COMPLETA
Toda a prosa e a poesia de Glauco Mattoso, aos 60

Prestes a completar 60 anos, em 29 de junho, Glauco Mattoso terá sua obra resgatada por duas editoras. O recém-criado selo Tordesilhas acaba de contratar toda a sua prosa – a nova versão da coletânea Contos Hediondos, incluindo inéditos, e os romances A Planta da Donzela e Manual do Podólatra Amador – e está em conversas avançadas para adquirir também toda a poesia, com mais de 3 mil sonetos (Glauco é conhecido como o poeta que mais escreveu sonetos na história). A produção poética inclui 35 títulos (de antes e depois da cegueira causada pelo glaucoma, em 1995) fora de catálogo ou com contrato por expirar, além de poemas só publicados na internet. A ambição de reunir toda a obra literária de Mattoso numa única casa esbarra em projeto do selo Demônio Negro, que coloca no mercado em junho a caixa Biblioteca Mattosiana. O lançamento incluirá os sete títulos da série homônima, três inéditos (O Poeta da Crueldade, O Poeta Pornosiano e Poemídia e Sonetrilha) e um bônus, a coletânea A Maldição do Mago Marginal.

GASTRONOMIA
Receitas do vovô
Um livro de 1928, A Arte Culinária da Bahia, terá nova edição em junho pela WMF Martins Fontes. Lançado após a morte do autor, o abolicionista Manuel Querino (1851-1923), o volume é um inventário com base histórica de pratos e bebidas africanos e afro-baianos. Entre as curiosidades, o fato de que o acarajé era usado na África como “isca” para crianças a serem vendidas como escravas.

INTERNET
Os esquecidos
Numa boa sacada de marketing, a americana Melville House resolveu pôr o leitor para trabalhar com o lançamento da Neversink Library. Pelo site www.neversinklibrary.com, a editora convoca internautas a indicarem clássicos esquecidos ou ignorados. Os títulos sugeridos passam a integrar o catálogo, em edições “bonitas a preços razoáveis”.

CONCRETISMO
As Galáxias de Haroldo


Arnaldo Antunes aceitou convite para ler o poema Galáxias na abertura da Ocupação Haroldo de Campos – HLAXIAS, no Itaú Cultural, em 16/2. Com documentos como dedicatória de Octavio Paz ao poeta, a mostra será envolvida por instalação de Livio Tragtenberg e terá textos feitos especialmente, a exemplo de Caetano Veloso, que descreve Haroldo (1929-2003) como “barroco entre os líderes de uma revolução minimalista”.

*

Não foi proposital a abertura quase coincidir com o aniversário de 80 anos de Augusto de Campos, irmão do homenageado, no dia 14. Aliás, convidado, o caçula dos concretistas avisou que não poderia comparecer.

MUDANÇA
José Luiz Peixoto & Companhia

A Companhia das Letras garantiu os direitos do mais recente romance do elogiado autor português José Luiz Peixoto, que tem duas obras pela Record: Cemitério de Pianos (2006) e Uma Casa na Escuridão (2009). O romance Livro, lançado em setembro em Portugal, trata da emigração de portugueses para a França em décadas passadas.

BIOGRAFIA – 1
A vida antes da paternidade

Recém-alçado ao status de pai, Elton John terá sua vida prévia à paternidade lembrada por aqui em Elton: A Biografia, que a Editora Companhia Nacional lança no início do segundo semestre. “O ponto forte da obra – recuperar os menores detalhes da vida e da música de Elton – pode causar tédio em um fã menos que ávido”, escreveu a Publishers Weekly sobre o livro de David Buckley.

BIOGRAFIA – 2
Angelina Jolie não autorizada

Andrew Morton, o homem que Diana escolheu quando resolveu contar sua versão da história com o príncipe Charles, publicará pela Novo Século o recente Angelina – Uma Biografia Não Autorizada. Previsto para julho, o título consegue a proeza de contar detalhes que a própria atriz, nada dada a segredos, nunca revelou em entrevistas.

*

O autor, por sinal, voltará a atormentar a família real em William & Catherine, previsto para sair semanas depois do casamento do filho de Diana, marcado para 29 de abril.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: