Robert De Niro e o nascimento da CIA

Desejado por Francis Coppola, O Bom Pastor mostra um novo tipo de espião no cinema

O Estado de S.Paulo

06 Outubro 2007 | 22h25

O projeto passou por Francis Ford Coppola, correu de mão em mão durante 20 anos até chegar nas de Robert De Niro. Ele não só reservou um papel para si como assumiu a direção de O Bom Pastor (Universal). A história de Edward Wilson (Matt Damon) é também a da criação da CIA, a Agência Central de Inteligência, o serviço secreto dos EUA. Nas últimas décadas, a CIA tem estado por trás de operações controvertidas, como a tentativa de invasão da Baía dos Porcos, em Cuba, nos anos 60, e a desestabilização do governo constitucional de Salvador Allende, no Chile, nos 70. Por vezes confuso graças à profusão de personagens, o filme mantém a atenção.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.