1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Record terceiriza sua ficção por longo prazo

Cristina Padiglione

- Atualizado:03 Março 2016 | 20h 27

Tem duração de quatro anos o contrato que a Record assinou com a Casablanca, de São Paulo, para a produção de teledramaturgia. A produtora de Arlete Siaretta já realizou a novela Escrava Mãe, que estreia em abril, abrindo o tão prometido segundo horário de novelas da casa. E fica responsável pelas novelas a seguir, incluindo a continuação de Dez Mandamentos e A Terra Prometida. Não significa que toda a dramaturgia da casa estará nas mãos da produtora – outras empresas farão séries, mas a ordem é terceirizar toda a ficção. A Record administrará apenas elenco, autores, diretores e produtores de cast. A Casablanca até assumiu, como inquilina de longo prazo, parte do Recnov, complexo de estúdios da Record, no Rio.

Mundão digital. Ernesto Paglia cumprimenta Ítalo Rocha Gomes, 8 anos, que nasceu sem a mão direita e recebeu uma prótese criada em impressora 3D. É obra da equipe da Garagem, parceria da nova série do Fantástico: Fablab, Faça Você Mesmo aborda movimento nascido nos EUA que usa recursos digitais para solucionar problemas. Estreia domingo.

A RedeTV! terá de indenizar a Band em R$ 1,2 milhão, por determinação da Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ). O motivo é uma campanha publicitária de abril de 2004, promovida pela RedeTV! que desqualificava a Band.
A Band alega ter sido vítima de propaganda enganosa da concorrência, por meio de anúncios em jornais em que a RedeTV! adulterava números do Ibope para assegurar que tinha audiência superior à da Band.
A sentença reconheceu que os dados do Ibope foram adulterados e condenou a RedeTV! a se abster de utilizar o nome ou a marca da Bandeirantes e a pagar indenização por dano material, no valor de R$ 740.141,28, mais dano moral no montante de R$ 1 milhão. O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) reformou parcialmente a sentença, apenas para reduzir o valor do dano moral para R$ 500 mil.
O jurídico da Band tem se ocupado também de outras pendengas antigas, como a quebra contratual de Danilo Gentili, que deixou a emissora no fim de 2013.
A propósito, Gentili volta ao ar pelo SBT nesta segunda-feira, 7, com novo cenário e uma boa entrevistada: Luciana Gimenez.
André Henning teve seu contrato com o canal Esporte Interativo renovado em boas bases, por 5 anos. Um novo programa, ainda sem nome, está reservado a ele.
A ESPN lança na terça, 8, Dia Internacional da Mulher, o ESPN W, um portal na internet disposto a contemplar o olhar feminino sobre o esporte de modo geral, valorizando suas profissionais e atletas e comentaristas.
Zeca Camargo foi até as cercanias do rio São Francisco, em Alagoas e Sergipe, para mapear culinária, hábitos e obras de artesãos. Faz parte da promoção da Globo para a nova novela das 9. No ar a partir de amanhã, no É de casa.
26 pontos
obteve a Globo com a transmissão da partida entre Corinthians e Santa Fé, pela Libertadores, na Grande São Paulo. Foi a maior audiência de futebol de 2016 na região
“Se o povo discutir em casa 10% do que vai ver e ouvir na novela já será uma vitória para o nosso país”
Umberto Magnani SOBRE O ENGAJAMENTO DA NOVELA ‘VELHO CHICO’

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em CulturaX