Estevam Avellar
Estevam Avellar

Protesto contra Temer marca final de ‘Os Dias Eram Assim’

Série que termina nesta segunda-feira, 18, estreou em abril assumindo inesperadamente uma missão – dias antes, foi divulgada uma pesquisa interna da emissora que indicava que muitos desconheciam a gravidade dos fatos ocorridos no País nos anos 1960

Ubiratan Brasil, O Estado de S. Paulo

18 Setembro 2017 | 06h00

A atriz Sophie Charlotte deverá gravar hoje, 18, cenas do último capítulo da supersérie Os Dias Eram Assim, que termina também nesta segunda, 18. Iniciada nos anos 1960, a história dá um salto até os dias atuais quando seu personagem, Alice, se une ao companheiro Renato (Renato Góes) em um protesto contra Michel Temer. É como se um círculo se fechasse, pois a trama também começou com passeatas contra a ditadura.

Os Dias Eram Assim estreou em abril assumindo inesperadamente uma missão – dias antes, foi divulgada uma pesquisa interna da emissora que indicava que boa parte do público (os jovens em especial) desconhecia a gravidade dos fatos ocorridos no País nos anos 1960. Assim, além de entreter, a série precisava também informar.

E começou bem nessa trilha, utilizando imagens reais, de arquivo, como pano de fundo, além de uma trilha sonora de primeira linha. Aos poucos, porém, a trama amorosa começou a se impor – a história do amor impossível entre Alice e Renato, que poderia acontecer em qualquer época (basta lembrar de Romeu e Julieta), conquistou o foco. Também o cuidado com os detalhes de época, algo tão importante na Globo, apresentou relaxamentos imperdoáveis – mais de uma vez foi possível ouvir um “caraca” disparado por jovens supostamente dos anos 1980.

Também a direção começou a pecar pelo excesso, seja em closes desnecessários, seja em imagens rebuscadas, marcadas por uma irritante trilha incidental, que se revelaram um erro grave ao tentar acentuar o tom dramático das cenas.

Isso porque os atores mais experientes deixaram momentos inesquecíveis com sua atuação. Marco Ricca foi um implacável agente torturador, assim como Susana Vieira impressionou com sua maldade de senhora rica – ambos bem dosados. Já Cássia Kiss e Natália do Vale foram responsáveis por cenas tocantes, de se levar às lágrimas qualquer espectador. Entre os mais jovens, destaque para Sophie Charlotte, sem exageros ao viver uma mulher tão sofrida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.