1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Notícia sobre HIV de Charlie Sheen fez pesquisas sobre o vírus no Google subirem 417%

- Atualizado: 23 Fevereiro 2016 | 09h 29

Relatório foi publicado pela revista de medicina Journal of the American Medical Association

Quando o ator Charlie Sheen anunciou no ano passado que tinha HIV, dispararam as buscas no Google nos Estados Unidos para procurar informações sobre o vírus que causa a aids - informaram pesquisadores nesta segunda-feira, 22.

"Assim como ocorreu quando celebridades como Rock Hudson e Magic Johnson divulgaram que eram soropositivos, a revelação de Sheen aumentou a tomada de consciência e a prevenção do HIV", disse o relatório publicado na revista de medicina Journal of the American Medical Association (JAMA).

Charlie Sheen
Charlie Sheen
Como o anúncio de Sheen aconteceu há alguns meses (o ator revelou a condição ao programa Today, da NBC, em 17 de novembro), é muito cedo para dizer se a busca pela informação derivou numa redução dos diagnósticos de HIV.

Mas a pesquisa mostra que a notícia de Sheen "corresponde ao maior número de pesquisas do Google relacionadas ao HIV registrado nos Estados Unidos em um dia", diz o texto.

"A quantidade de pesquisas sobre HIV foram 417% maiores do que o habitual no dia da divulgação da notícia", acrescenta.

A cobertura noticiosa do HIV diminuiu na última década. Notícias relacionadas a histórias sobre o vírus da imunodeficiência humana caíram de 67 em cada mil em 2004 para 12 histórias para cada mil em 2015, segundo o estudo.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em CulturaX