Depois de passar por São Paulo, exposição de ‘Game of Thrones’ chega a Belfast

Capital da Irlanda do Norte abriga estúdio principal das gravações da série televisiva, que está na quarta temporada

EFE

11 Junho 2014 | 13h14

O universo da popular série de televisão Game of Thrones chegou nesta quarta-feira, 11, a Belfast, capital da Irlanda do Norte, em que grande parte da série é filmada. A exposição Game of Thrones: The Exhibition, que já passou por várias metrópoles do mundo, inclusive São Paulo e Rio, está, agora, na cidade em que os estúdios principais da série, produzida pelo canal americano HBO, estão instalados.

Depois de visitar Toronto, Nova York, São Paulo, Rio e Amsterdam, sua chegada à capital da Irlanda levantou uma enorme expectativa, como se demonstra pelas 11 mil entradas gratuitas oferecidas pela organização que se esgotaram em duas horas.

O evento tem lugar no Waterfront Hall, e os sortudos com as entradas poderão, entre outras atrações, ser transportados ao mundo encatando de Westeros ou sentar-se no próprio Trono de Ferro. Também estarão na exposição mais de cem artefatos originais que aparecem nas primeiras três temporadas da série. Entre as peças, coroas, jóias, trajes, vestidos, armaduras, escudos, espadas, arcos, manuscritos e até modelos de dragões.

“É a nossa série mais vista desde The Sopranos”, disse uma diretora do canal HBO, Elena Lowenthal, à imprensa local. “É incrível que os fãs possam ver esses objetos tão de perto, mas é mais incrível ainda que estejamos aqui em Belfast, voltando à nossa casa”, assinalou.

O diretor executivo do Ministério de Turismo da Irlanda do Norte também ressaltou a importância da série para a cultura local. “Game of Thrones devolveu a vida a nossa indústria do turismo, suponho que algo parecido a que O Senhor dos Anéis fez com a Nova Zelândia”, disse Alan Clarke.

Game of Thrones, que atualmente está na quarta temporada, é baseada na série de livros As Crônicas de Gelo e Fogo, do escritor americano George R. R. Martin. A série se situa nos continentes fictícios de Westeros e Essos, e entrelaça vários argumentos que tratam de temas como o poder, a hierarquia, a família, a honra, sem poupar cenas de sexo e violência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.