AP Photo/Richard Drew, File
AP Photo/Richard Drew, File

Audiência de programa 'Today', da NBC, sobe após demissão de Matt Lauer

Apresentador foi acusado de conduta sexual inapropriada

Lisa Richwine , Reuters

06 Dezembro 2017 | 11h00

Os números da audiência do programa Today, do canal norte-americano NBC, aumentaram na semana passada depois que a rede anunciou ter demitido o co-apresentador de longa data Matt Lauer, após alegações de conduta sexual inapropriada, de acordo com dados divulgados pela Nielsen nesta terça-feira, 5.

O programa teve uma média de 4,9 milhões de espectadores na semana, bem acima da audiência de 4,1 milhões, e superou o rival Good Morning America no canal ABC. O GMA atraiu uma audiência de 4,4 milhões no mesmo período.

Os âncoras do Today Savannah Guthrie e Hoda Kotb anunciaram a demissão de Lauer durante a transmissão do Today na quarta-feira.

Lauer foi demitido após uma colega reclamar aos diretores da NBC sobre um padrão de comportamento sexual inapropriado que começou enquanto eles estavam trabalhando nos Jogos de Inverno Sochi 2014, na Rússia, de acordo com comunicados da NBC divulgados na quarta-feira.

** Em 1979, Meryl Streep acusou Dustin Hoffman de assédio

Na quinta-feira, Guthrie leu um comunicado de Lauer no ar, no qual ele pedia desculpas por “falhas preocupantes”. O programa Today também reportou na quinta-feira que pelo menos duas outras mulheres foram às autoridades da NBC com reclamações semelhantes contra Lauer.

** Geoffrey Rush deixa Academia de Cinema australiana após acusação de 'conduta imprópria'

Em seu comunicado, Lauer afirmou que algumas das acusações contra ele eram “infundadas ou descaracterizadas”, sem explicar mais, mas afirmou que “há verdade suficiente nessas histórias para me fazer me sentir constrangido e envergonhado”.

A Reuters não pôde confirmar de maneira independente as alegações e nenhum outro comentário ficou disponível por parte dos representantes de Lauer.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.