Max Nash/ AFP
Max Nash/ AFP

Atriz Jodie Whittaker conquista o posto de protagonista da série 'Doctor Who'

Britânica ocupa lugar de Peter Capaldi, sendo a primeira vez em mais de 50 anos de história que personagem será feminino

Kylie MacLellan, O Estado de S.Paulo

16 Julho 2017 | 16h45

O papel principal da série britânica de ficção científica Doctor Who será interpretado por uma mulher pela primeira vez em seus mais de 50 anos de história, revelou a BBC neste domingo.

Depois de muita especulação sobre o papel, a TV pública da Grã-Bretanha informou que a atriz britânica Jodie Whittaker, de 35 anos, que estrelou a premiada série dramática televisiva "Broadchurch", será o 13º doutor.

A novidade foi anunciada em um videoclipe de um minuto na televisão veiculado logo após a final do torneio de tênis de Wimbledon. No filmete, a atriz é mostrada atravessando uma floresta vestindo casaco longo e escondendo o rosto com um capuz até o momento da revelação final.

"Eu sempre quis que o 13º Doctor Who fosse uma mulher e ficamos entusiasmados por ter conseguido nossa escolha número um para o papel. O teste de Jodie para The Doctor simplesmente nos deixou impressionados. Ela é engraçada, inspiradora, super inteligente e trará muita força, calor e inteligência para o personagem", disse Chris Chibnall, novo roteirista principal e produtor executivo do programa.

O doutor, que viaja ao longo do tempo no que parece ser uma caixa de telefone azul da polícia, tem a capacidade de se regenerar, permitindo que vários atores desempenhem o papel desde que a série foi transmitida pela primeira vez em 1963.

Whittaker substituirá Peter Capaldi, que assumiu o papel em 2013 em meio a um clamor crescente de que o personagem deveria ser uma mulher.

Whittaker disse que era "absolutamente irresistível" assumir o papel e quer pedir aos fãs da série para que "não tenham medo" de seu gênero.

"Como atriz e ser humano, como alguém que quer se desafiar o tempo todo, e não quer se ver aprisionada pelo que dizem que você pode ou não pode ser. É incrível", disse ela.

 

Mais conteúdo sobre:
BBC Televisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.