REUTERS/Danny Moloshok
REUTERS/Danny Moloshok

Ator de 'Stranger Things' fala sobre ter sido proibido de entrar nos EUA: "Foi horrível"

Charlie Heaton, ator britânico que vive o personagem Jonathan Byers na série, foi detido por porte de drogas em outubro de 2017 nos EUA

O Estado de S.Paulo

12 Março 2018 | 15h07

O ator britânico Charlie Heaton, intérprete do personagem Jonathan Byers na série Stranger Things, da Netflix, falou pela primeira vez desde o ocorrido sobre a sua proibição de entrar nos Estados Unidos no ano passado, quando foi detido, em outubro, por porte de drogas. Heaton supostamente teve vestígios de cocaína encontrados em sua bagagem. 

Em entrevista à revista Flaunt, o ator desabafou sobre a situação. "Foi horrível", disse. "Tudo aconteceu muito rápido, eu ainda não havia me dado conta do fato de que eu era famoso." Após a sua detenção no aeroporto dos EUA - quando teve que retornar ao Reino Unido -, a imprensa chegou a ir até a casa de seus pais, em Yorkshire. "Quando algo passa à frente do seu trabalho e atinge a sua vida pessoal, você se sente vulnerável."

++ Ator de 'Stranger Things' é proibido de entrar nos Estados Unidos por posse de droga

Toda a situação com os EUA, segundo Heaton, já está "resolvida" e ele já pode retornar ao País, onde deve começar a gravar em abril novos episódios de Stranger Things. "Eu planejo voltar aos EUA no próximo mês, e sim, eu posso voltar."

À época da sua detenção, o ator divulgou um comunicado informando que não houve prisão e que não houve denúncia por nenhum crime. Sua viagem, que precisou ser interrompida, era para participar da estreia da segunda temporada de Stranger Things nos EUA.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.