1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Astro de programas infantis britânicos é condenado à prisão por abusar de crianças

COSTAS PITAS - REUTERS

04 Julho 2014 | 11h 58

O apresentador Rolf Harris, uma estrela da TV na Grã-Bretanha e na Austrália, onde nasceu, foi condenado a quase seis anos de prisão nesta sexta-feira por abusar repetidamente de meninas durante as décadas em que comandou um programa de televisão adorado pelas crianças.

Ao proferir a sentença o juiz Nigel Sweeney disse que o artista de 84 anos não demonstrou nenhum remorso pelo mal que tinha feito a suas vítimas.

Harris foi considerado culpado no início desta semana de 12 acusações de abuso sexual de quatro meninas, algumas com apenas sete ou oito anos, entre 1968 e 1986.

Essa foi a segunda condenação em uma investigação de longa duração sobre abuso sexual por celebridades britânicas, que revelou que algumas das suas estrelas mais proeminentes dos anos 1970 e 1980 eram pedófilos em série que escaparam da prisão por décadas.

Um artista e músico que ganhou fama inicialmente na década de 1950, Harris passou a apresentador na TV em horário nobre, trabalhando por muitos anos em programas dedicados a crianças.

Harris é o maior nome a ir a julgamento desde que a polícia britânica lançou a "Operação Yewtree" para investigar abuso sexual de crianças por celebridades, depois das revelações sobre o falecido apresentador de TV da BBC Jimmy Savile, acusado de muitos casos de abuso de crianças.

(Reportagem de Kate Holton)