1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Allison em dose dupla

O Estado de S.Paulo

04 Julho 2009 | 22h 36

Patricia Arquette fala de seu papel na série 'Medium', inspirado na vidente Allison Dubois

Em uma sala, jornalistas de diferentes países conversavam com Patricia Arquette, a protagonista de Medium, que volta em sua 5ª temporada no dia 13 de julho, segunda-feira, às 21 horas, no canal Sony. Enquanto isso, Allison Dubois, a médium que inspirou a série e deu nome à personagem de Patricia, esperava sua vez de entrar na berlinda. Durante o papo com Patricia, a atriz, veio a primeira bomba: Allison Dubois, a vidente, não vê gente morta por meio de sonhos! Como assim?

"Os roteiristas têm muita liberdade na série", explica Patricia. "Por exemplo, Allison não vê as pessoas em sonhos." A atriz, no entanto, conversa, de vez em quando, com a médium e diz que ela não se importa com as modificações. "Ela concorda com isso e acho que ela gosta da série. Allison abraça mesmo essa exposição que a série trouxe a ela e a sua família - que é tão sólida quanto a nossa é na série."

Antes de começar a interpretar Allison Dubois, Patricia foi conhecer a vidente e passou um tempo com ela. "De cara, avisei a ela: 'Não vou interpretá-la como você é.' Para a atriz, não seria possível ser fiel por causa do tema da série. "Acho que essa é uma premissa difícil para muita gente e precisávamos firmar isso com o pé no chão e com cuidado", conta Patricia. "Até perguntei se Allison queria que trocássemos o nome da personagem, porque a série traria uma exposição que ela não gostaria para a vida dela."

Patricia não quis adiantar muita coisa desta 5ª temporada, mas disse que dirigiu um dos episódios, o 3º do ano, intitulado A Person of Interest, em que escalou seu filho Enzo, de 20 anos. "Foi emocionante. Estou no mundo do entretenimento há mais de 20 anos e é bom perceber que ainda há tanto para aprender. Isso dá um novo gás", fala a atriz.

VIDA REAL

Quando Allison Dubois começou a entrevista, os jornalistas tentaram pregar uma peça para testar as premonições da vidente. Um dos repórteres pegou uma aliança emprestada e colocou no dedo, depois contou uma lorota sobre sua suposta mulher antes de fazer uma pergunta. Dez minutos depois, ao responder a uma outra questão, Allison disparou: "As pessoas mentem e posso sentir isso. Por exemplo, posso sentir quando uma pessoa fala de sua mulher, mas na verdade nem é casado."

Allison começou a ver gente morta quando tinha 6 anos. "Achei que fosse normal, mas minha mãe ficava desconfortável quando eu falava disso. Na minha adolescência, achava que eu causava essas coisas, não que fazia previsões antes de elas acontecerem."

A vidente, além de ajudar a polícia, auxilia pessoas e escreve livros. "Deixo que elas decidam o que pensar. Falo com as pessoas e anoto nomes, causas da morte. Só tomo notas. Sou a secretária dos mortos."

As previsões de Allison não se restringem aos crimes. "Quando meu marido, Joe, tenta me fazer surpresas, tento parecer surpresa. Em um Natal dei um abraço nele agradecendo um presente que ele ainda não havia me dado."