1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Alinne Moraes interpreta personagem bipolar em 'Duas Caras'

Keila Jimenez, do Estadão

18 Novembro 2007 | 18h 20

Silvia chegou à novela disposta a ajudar a mãe, mas será a grande vilã da trama das 9 da Globo

Bonita e rica, Silvia (Alinne Moraes) chegou em Duas Caras disposta a ajudar a mãe a superar a terrível perda do marido. A jovem de fala doce nem imagina o que seu destino ficcional lhe reserva: vai virar uma peste do dia para a noite. Silvia será a grande vilã da trama das 9 da Globo, em uma guinada comum só a um tipo de personagem: o bipolar.   Vilões que viram santos, mocinhos que cometem as maiores atrocidades, sofredores que saem rindo à toa. Os personagens bipolares são assim, começam de um jeito e terminam de outro completamente diferente na novela. Como na vida real, sofrem alterações bruscas de temperamento sem explicações, deixando a audiência quase sempre atordoada.   As causas da "doença" na teledramaturgia são as mais variadas: rejeição do público, ibope em baixa, choramingos de atores e, é claro, a vontade imprevisível dos autores.   "Uma violenta mudança de caráter vai acontecer com Silvia. Aquela moça linda, formada em Sorbonne será cúmplice de Ferraço (Dalton Vigh) em todas as suas maldades. E a certa altura vai tentar até matar o filho dele com Maria Paula (Marjorie Estiano)", anuncia Aguinaldo Silva, autor de Duas Caras. Como quase todos os acometidos pelo mal, Alinne Moraes, a bipolar da vez, não sabia da mudança.   "Fiquei surpresa, mas minha intuição já previa essa possibilidade por causa do nome da novela", fala a atriz.   Feitiçaria   Irene Ravache também foi vítima de uma metamorfose no ar. Sua amarga Loreta em Eterna Magia virou a mais doce das criaturas como num passe de mágica. Opa! Esqueçam a mágica, afinal, a da novela das bruxas se voltou contra a feiticeira, no caso, a Globo. Tanto é que uma crise de personalidade também acometeu as protagonistas. Vilã e mocinha se embolaram no núcleo de Eva (Malu Mader) e Nina (Maria Flor).   Dos bipolares de Paraíso Tropical, o caso mais grave foi o de Antenor Cavalcante. E olha que Tony Ramos bem que tentou reverter sua fama de bom moço na pele do empresário crápula. Não deu. Antenor conquistou a redenção plena para a alegria geral do ibope, que ainda não engoliu Tony na pelo de lobo. "Quando vejo que um personagem não está agradando, faço pequenas mudanças. Mas é preciso saber se ele realmente não está agradando ou se só está sem ação", fala Aguinaldo Silva.   "Se essa bipolaridade é definida com o ator desde o início da novela, acho um truque eficiente de narrativa. Também não vejo mal em usar isso para algum ajuste necessário na trama", completa Silvio de Abreu.   "Em Vira-Lata, a personagem de Carolina Dieckmann seria uma vilãzinha. Como a novela começou ruim de ibope, descobri que precisava de um personagem feminina de empatia. Apostei nela, que acabou virando a heroína", revela Carlos Lombardi, endossando a tese de que o Prozac dos bipolares da dramaturgia é o ibope.

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo