Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » 1ª série da Netflix no Brasil começa a ser gravada, para estrear este ano

Televisão

DIVULGAÇÃO

Cultura

Netflix

1ª série da Netflix no Brasil começa a ser gravada, para estrear este ano

0

Cristina Padiglione,
O Estado de S. Paulo

12 Março 2016 | 03h00

A produtora Boutique Filmes deu início, esta semana, às gravações da série 3%, a primeira encomendada pela Netflix no Brasil. Do gênero ficção científica, o enredo estreia ainda este ano e põe o País ao lado de outras quatro nações em que a plataforma vem investindo em produções originais no momento: França, Itália, México e Alemanha. Encabeçada por João Miguel e Bianca Comparato, 3% também tem no elenco os nomes de Zezé Motta, Nicolau Breyner, Mel Fronckowiak, Michel Gomes, Rodolfo Valente, Rafael Lozano e Viviane Porto. A direção é de Cesar Charlone, apresentado pela plataforma sempre com os créditos de Cidade de Deus, filme em que ele assina a direção de fotografia. 

E o vice-presidente de Conteúdo Original Local, Erik Barmack foi cercado por dezenas de produtores de audiovisual, na sexta, 11, após sua apresentação no último dia de RioContentMarket. Todos queriam saber como fazer chegar às suas mãos projetos de séries e afins.
Segundo o executivo da Netflix, a plataforma se interessou pelo enredo de 3%, mas também em produzir no Brasil. Convém, afinal, aquecer sua marca e fama num país de tais dimensões, com alto potencial de consumo de TV.
Em tempo: '3%' é um thriller que se passa no Brasil em um futuro não distante, no qual só 3% das pessoas são aceitas para integrar uma sociedade privilegiada, após serem submetidas a um processo competitivo.
À beira do vulcão. A bela Carol Barcellos acompanha o brasileiro Pedro Oliva e os americanos Ben Stookesbery e Chris Korbulic na descida de cachoeiras gigantes e inexploradas no Havaí. O quarteto navega em rio de lava quente, que desce do vulcão Kilauea. Coisas de Planeta Extremo. Neste domingo, na Globo.
A ministra do STF Carmen Lúcia inaugura o programa Palavras Cruzadas na TV Brasil, na próxima quarta, 16. Tratado como um Roda Viva da TV pública federal, o título será mediado por Paulo Markun.
Tereza Cruvinel, ex-diretora da TV Brasil, vai compor com Markun o “elenco” fixo do Palavras Cruzadas, que contará com mais dois convidados. O programa será ao vivo ou gravado pouco antes de ir ao ar, em Brasília.
A final da Liga dos Campeões, em 28 de maio, terá transmissão ao vivo, em HD, para os cinemas do Brasil, numa parceria entre a Cinelive e o Esporte Interativo.
A onda de sequestros em São Paulo, nos anos 1990, renderá uma série para a FOX, com registros dos bastidores reais. A produção é da Indiana Filmes. 
Renato Russo,  morto há 20 anos, será alvo de homenagem do Domingão do Faustão, domingo, 13, com Dado Villa-Lobos, Marcelo Bonfá e André Frateschi – que tem se apresentado em turnê com os integrantes da Legião Urbana. Wagner Moura, Ísis Valverde e Bruno Gagliasso pedirão, via telão, as canções da banda que marcaram suas vidas.
1,2 milhão de visualizações em menos de 24 horas teve o clipe mais recente de Marcelo Adnet no ‘Tá no Ar’ – a paródia ‘Chico Buarque de Orlando’. É o conteúdo mais consumido da temporada. Em segundo lugar, vem o vídeo do Oscar, com inserção das falas de Glória Pires no Oscar de verdade.

Comentários