Jakob Dall/The New York Times
Jakob Dall/The New York Times

Líder do Ballet de Nova York é afastado e investigado por assédio

Peter Martins é o presidente da instituição que faz parte do Lincoln Center for the Performing Arts

AP

05 Dezembro 2017 | 19h41

Líder de longa data do Ballet da Cidade de Nova York, o coreógrafo Peter Martins, 71, foi afastado das aulas semanais que ministrava na Escola de Balé Americano (escola que faz parte do Balé da Cidade) durante uma investigação de assédio sexual feita contra ele.

A entidade disse em comunicado que contratou um escritório de advocacia para analisar as alegações feitas contra Martins por meio de uma carta anônima e afirma que, até o momento, nenhuma acusação foi fundamentada.

A escola diz que a segurança e o bem-estar de seus alunos é sua "prioridade absoluta". Os representantes afirmam que os resultados atuais indicam que "não há motivo para se preocupar".

+ Filho de Richard Dreyfuss acusa Kevin Spacey de assédio sexual

Questionado sobre o assunto, Martins disse ao jornal New York Times que "a empresa está cuidando disso".

Martins é o diretor artístico e presidente da escola de Balé, que faz parte do Lincoln Center for the Performing Arts. Ele lidera o Balé da Cidade de Nova York desde a década de 1980. 

+ Denúncias de assédio sexual deixam Hollywood sob pressão

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.