Divulgação
Divulgação

Companhias de teatro cobram pagamentos do Ministério da Cultura

Grupos alegam atraso de sete meses em repasse de verbas

Murilo Bomfim, O Estado de S. Paulo

27 Maio 2015 | 18h48

Representados pela Cooperativa Paulista de Teatro (CPT), 15 companhias teatrais reclamam sobre atrosos no pagamento de dois editais: o Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz/2014 e o Prêmio Funarte Artes na Rua/2014. Em nota, a CPT afirma que vários projetos de todo o Brasil não receberam os recursos previstos para a realização de seus trabalhos artísticos. A cooperativa conta sete meses de atraso, partindo da data de publicação do resultado dos editais no Diário Oficial, no dia 30 de outubro de 2014.

Os grupos que reclamam o pagamento são Estudo de Cena, Caixa de Imagens, São Jorge de Variedades, Coletivo Quizumba, Barracão da Vó, Truks - Teatro de Bonecos, Companhia d'Os Palimpsestos, Pandora, Casa de Marias, Arte Simples de Teatro, Núcleo Macabéa, Cia. do Tijolo, Circo Amarillo, Companhia dOs Inventivos e Mamulengo da Folia.

Em nota enviada ao Estado, o Centro de Artes Cênicas da Fundação Nacional das Artes (Funarte) informa que o Ministério da Cultura já liberou os recursos do Prêmio Funarte Artes na Rua/2014, que totalizam R$ 1.944.500, para o pagamento dos 40 grupos contemplados. Assim que forem recebidos os repasses referentes a junho, os 96 projetos contemplados no Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz/2014 serão pagos.

A Funarte afirma, ainda, que o resultado final dos editais de Ocupação dos Espaços da Funarte também aguarda repasse para sua publicação. Segundo a Fundação, o Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna/2014 também depende da disponibilidade de recursos para constituição de comissão julgadora e garante que, apesar de não ter previsão do início da seleção, a realização está totalmente garantida.

A Funarte lamenta pelos transtornos causados aos proponentes e afirma seguir empreendendo esforços diários junto ao Ministério da Cultura pra resolver a situação o mais rápido possível.

Mais conteúdo sobre:
Teatro Funarte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.