1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Shows dos Rolling Stones no Brasil não serão transmitidos na TV

- Atualizado: 01 Fevereiro 2016 | 20h 46

Banda de Mick Jagger não aprovou os direitos de liberação de imagem

O Multishow bem que tentou, mas os Rolling Stones não aprovaram a transmissão dos shows que farão no Brasil em fevereiro. A banda se apresenta no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, no dia 20; no Estádio do Morumbi, em São Paulo, nos dias 24 e 27, e no Estádio do Beira-Rio, em Porto Alegre, em 2 de março.

A turnê, a primeira do grupo na América Latina em dez anos, também passará por Santiago, Buenos Aires, Montevideo, Lima, Bogotá, terminando no dia 14 de março na Cidade do México. Mick Jagger, Keith Richards, Charlie Watts e Ronnie Wood devem tocar clássicos dos Stones como Gimme Shelter, (I Can’t Get No) Satisfaction, Jumpin' Jack Flash, Sympathy For The Devil, Start Me Up e Miss You.

Em 2013, o Pearl Jam, uma das atrações mais aguardadas do Lollapalooza daquele ano, não liberou a transmissão televisiva do show. À época, o Multishow disse que o grupo de Eddie Vedder seguiu a política de não liberar a transmissão de suas apresentações em festivais.

Banda toca em SP nos dias 24 e 27 de fevereiro
Banda toca em SP nos dias 24 e 27 de fevereiro

Na semana passada, Mick Jagger perguntou pelas redes sociais o que fãs queriam ouvir no Brasil Em português, o Facebook do vocalista dos Rolling Stones indagou: "Nós estamos indo para a América do Sul na próxima semana! Quais musicas vocês gostariam que tocássemos na turnê? E quem vai aos shows?!"

No Facebook, a canção mais curtida é Beast of Burden (do álbum Some Girls, de 1978) - outros clássicos da banda, como Time is on my Side, Dead Flowers, Under my Thumb, Sympathy for the Devil, também estão nos comentários mais curtidos na página de Mick Jagger.

 

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em CulturaX